TVI PROCEDE A UMA REVISÃO SALARIAL ARBITRÁRIA

A forma arbitrária e discricionária como a TVI procedeu à revisão salarial dos seus trabalhadores, inclusivé de alguns jornalistas, penalizando muitos deles com o chamado «aumento zero» ou abaixo da inflação, levou o SJ a condenar tal procedimento unilateral e a exortar a administração a retomar as negociações para um Acordo de Empresa (AE).… Ler mais

SOLIDARIEDADE COM O CABO JOSÉ ALHO E A APG

Perante o procedimento disciplinar de que foi alvo o cabo da GNR, José Alho, por declarações prestadas aos jornalistas na qualidade de dirigente da Associação Profissional da Guarda, o SJ condenou publicamente tal procedimento, em defesa da liberdade de expressão e do indeclinável direito de informar e ser informado sem o recurso a fontes anónimas.… Ler mais

QUEIXA CONTRA A RDP APRESENTADA NA OIT

Os sindicatos que representam a esmagadora maioria dos trabalhadores da RDP, entre os quais figura o SJ, não assinaram o Acordo de Empresa em negociação, pelo que o documento subscrito por três organismos minoritários não tem qualquer legitimidade. Nesse sentido, foi apresentada queixa à Organização Internacional do Trabalho.… Ler mais

REUNIÃO DO SJ COM INSPECÇÃO GERAL DO TRABALHO

As direcções do SJ e da Inspecção Geral do Trabalho tiveram uma reunião destinada a passar em revista os problemas de desregulação do sector da comunicação social, designadamente no respeitante à precariedade das relações de trabalho pelo incumprimento das disposições legais em vigor.… Ler mais

GOVERNO DE ANGOLA DEVE PEDIR DESCULPA

Em resposta a uma carta em que o embaixador de Angola justificava o afastamento compulsivo de jornalistas portugueses enviados a Cabinda em missão de reportagem, o SJ repudiou tal procedimento, exortando as autoridades angolanas a rever as suas relações com os média e declarando que, perante o sucedido, o Governo de Angola devia pedir desculpa.… Ler mais

Sequestros e outros actos de violência

A propósito do chamado «caso Subtil», em que um cidadão e sua família invadiram a sede da RTP, fechando-se numa casa de banho e ameaçando fazer ir pelos ares as instalações, o Conselho Deontológico do Sindicato dos Jornalistas emitiu um comunicado «sobre a cobertura noticiosa de sequestros e outros actos de violência continuada ou potencial».… Ler mais

Cobertura em directo da tragédia de Entre-os Rios

Perante alguns excessos e erros profissionais graves que se verificaram nas reportagens em directo da tragégia de Entre-os-Rios, o Conselho Deontológico do Sindicato dos Jornalistas tomou posição num comunicado, alertando contra os efeitos perversos de uma proposta de «auto-regulação» que não passa de um «pacto de não agressão comercial».… Ler mais

DIREITOS INDIVIDUAIS E COLECTIVOS DOS JORNALISTAS

Alertando os jornalistas em geral para a necessidade de terem consciência dos seus direitos individuais e colectivos, o SJ distribuiu um comunicado em que enumera alguns desses direitos, chamando a atenção para determinadas acções em curso e para a necessidade de em todas as redações se elegerem delegados sindicais.… Ler mais

MAIS DUAS VERSÕES DO PROTOCOLO BENFIQUISTA

Reagindo desordenadamente às tomadas de posição do Sindicato dos Jornalistas, em repúdio às condições inaceitáveis que se propunha determinar para a cobertura jornalística da sua Assembleia Geral, o Benfica elaborou novas versões do protocolo, que suscitaram, por parte do SJ, uma adenda ao seu comunicado anterior.… Ler mais

PROTOCOLO DO BENFICA MANTÉM-SE INACEITÁVEL

Na sequência do comunicado do SJ em que se repudiavam as condições de um protocolo com exigências inaceitáveis para a cobertura jornalística da sua Assembleia Geral, o Benfica reformulou os termos do documento em questão, mantendo todavia um quadro de condicionantes verdadeiramente inadmissível num Estado democrático.… Ler mais

TVI COMEÇA A CUMPRIR A LEI, EMBORA SÓ EM PARTE

A culminar a luta dos seus trabalhadores e a intervenção da Inspecção Geral do Trabalho, a TVI iniciou o processo de regularização do trabalho suplementar com o respectivo pagamento retroactivo, circunstância com que o SJ se congratula, embora saliente que tal medida é apenas uma parte da regularização das relações de trabalho na empresa.… Ler mais

BENFICA APRESENTA UM PROTOCOLO INACEITÁVEL

Perante as exigências inaceitáveis de um protocolo apresentado pelo presidente da Assembleia Geral do Benfica aos directores dos orgãos de comunicação, com vista à cobertura jornalística da AG do clube, o SJ insurgiu-se publicamente, participando o caso à Alta Autoridade para a Comunicação Social e à Procuradoria Geral da República.… Ler mais

MAIS DESPEDIMENTOS NA ABRIL/CONTROLJORNAL

O Sindicato dos Jornalistas foi informado de que, além do encerramento da revista «Mundo Vip», referido em comunicado anterior, o grupo Abril/Controljornal estaria a preparar a redução dos quadros da revista «TV Mais», procedendo a uma tentativa de rescisão caso a caso, que todavia configura um despedimento colectivo dissimulado.… Ler mais

DESPEDIMENTOS À VISTA NA ABRIL/CONTROLJORNAL

Solidarizando-se com os jornalistas em vias de desemprego com o encerramento da revista «Mundo Vip», o SJ emitiu um comunicado em que analisa a situação, no quadro das publicações do grupo Abril/Controljornal, salientando a necessidade imperiosa de impedir procedimentos lesivos dos legítimos direitos dos jornalistas em causa.… Ler mais

REVISÃO DO ACORDO DE EMPRESA DA AGÊNCIA LUSA

As negociações para a revisão do Acordo de Empresa da Agência Lusa para 2001 determinaram o Sindicato dos Jornalistas a esclarecer, num comunicado, a fundamentação das suas propostas, que implicavam a correcção retroactiva dos vencimentos dos jornalistas referentes ao ano 2000, desajustados relativamente à inflação.… Ler mais

ESCLARECIMENTO AOS TRABALHADORES DA RDP

Perante o carácter manipulador de uma Informação subscrita pelo Conselho de Administração da RDP, visando lançar suspeitas sobre o procedimento dos representantes dos trabalhadores no processo negocial, o SJ emitiu um comunicado, de parceria com o Sindicato dos Trabalhadores das Telecomunicações e da Comunicação Audiovisual.… Ler mais

«SÍNDROME DOS BALCÃS» PREOCUPA JORNALISTAS EUROPEUS

A alegada contaminação de urânio empobrecido por efeito dos bombardeamentos da OTAN na Jugoslávia, foi um dos temas dominantes da 3.ª Conferência de Jornalistas da Região do Mediterrãneo, reunida em Atenas, e em que Portugal esteve representado pelo Sindicato dos Jornalistas.… Ler mais

SJ REPUDIA DECLARAÇÕES DO CEME

Atendendo ao caracter ofensivo de declarações proferidas pelo chefe do Estado Maior do Exército sobre o desempenho de jornalistas portugueses relativamente ao problema do urânio empobrecido alegadamente utilizado pela OTAN na Jugoslávia, o SJ interveio para repudiar o teor de tais declarações.… Ler mais