Etiqueta: cenjor

Projeto Literacia para os Media avança com novas iniciativas neste ano letivo

Nova página, mais conteúdo O projeto Literacia para os Media e Jornalismo, coordenado pelo Sindicato dos Jornalistas, é agora uma marca registada e tem uma nova página online, onde são disponibilizadas todas as informações sobre o conjunto de ações que estão a ser desenvolvidas junto de escolas, professores e alunos. Alojado no Centro Protocolar de Formação Profissional para Jornalistas – Cenjor, o site https://cenjor.net/literacia/ reúne os currículos e as biografias dos 143 jornalistas e investigadores e professores de comunicação que integram a bolsa de formadores do projeto e também informações sobre os vários programas em curso. As escolas e os professores poderão requisitar diretamente, através de um mecanismo disponível na página, os formadores que entenderem mais adequados aos seus projetos educativos, numa iniciativa inédita de aproximação dos jornalistas à comunidade escolar. A página, que inclui uma lista de recursos sobre Literacia para os Media e Jornalismo, será atualizada regularmente. Programa “Da Redação para as Escolas” O Sindicato dos Jornalistas desenhou um novo ler mais

Curso para jornalistas sobre eleições

O Centro Protocolar de Formação Profissional para Jornalistas (Cenjor), em parceria com o Sindicato dos Jornalistas, o CES-Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra e a API-Associação Portuguesa de Imprensa, vai realizar um curso sobre atos eleitorais, em outubro. Coordenada por Carla Luís, a formação aborda aspetos fundamentais e estruturantes das eleições em Portugal, numa perspetiva teórico-prática e transversal a todas as votações. A ação de outubro destina-se, prioritariamente, aos jornalistas em exercício de funções na região autónoma dos Açores, seja em media regionais e locais, seja enquanto correspondentes dos órgãos de comunicação social nacionais. Para informações mais detalhada, carregue aqui.

Literacia para os Media chega aos professores dos Açores

O projeto Literacia para os Media e Jornalismo, desenhado pelo Sindicato dos Jornalistas, vai chegar aos professores dos Açores a partir de sábado, dia 8 de fevereiro, com o apoio da Direção Regional da Educação do arquipélago. A oficina de formação “Literacia dos Media e Jornalismo: práticas pedagógicas com os media e acerca dos media” – financiada pela Direção Regional da Educação – vai realizar-se nos dias 8 de fevereiro, 29 de fevereiro e 21 de março, num total de 20 horas. A formação de 21 professores, de cinco ilhas açorianas (Faial, Flores, Pico, São Miguel e Terceira), vai decorrer no estabelecimento de ensino EBS da Madalena, na ilha do Pico. Aproveitando a deslocação aos Açores, a equipa do Sindicato dos Jornalistas vai também formar dez jornalistas açorianos, que depois integrarão a bolsa de formadores do projeto Literacia para os Media e Jornalismo, contando, para isso, com o apoio financeiro do Centro Protocolar de Formação Profissional para Jornalistas (Cenjor), com ler mais

Resultados do projeto-piloto de Literacia para os Media apresentados em Washington

Os primeiros resultados do projeto-piloto de Literacia para os Media, desenvolvido pelo Sindicato dos Jornalistas (SJ) e pelo Ministério da Educação (ME), são apresentados amanhã, sexta-feira, no Newseum, em Washington DC, Estados Unidos da América. A apresentação tem lugar na International Roundtable da conferência NAMLE 2019 - "A path forward elevating conversation, unifying voices", organizada pela National Association for Media Literacy Education, a maior associação de literacia para os media dos EUA. “Os docentes aderiram ao projeto e superaram as expetativas em termos de atividades desenvolvidas com os alunos e com a comunidade, tendo criado projetos que justificam ser continuados. Faz, por isso, sentido, que o projeto de Literacia para os Media seja alargado a outras escolas no país”, refere o jornalista Vitor Tomé, que está em Washington, com o apoio da Embaixada dos EUA em Lisboa. No âmbito do projeto-piloto, realizado de janeiro a abril de 2019, foram feitas cinco oficinas de formação simultâneas, em cinco cidades (Porto, Águeda, ler mais