Categoria: Geral

António Valdemar eleito Personalidade do Ano Nacional pelo “O Mirante”

O jornalista António Valdemar, portador da carteira profissional n.º 1 e sócio n.º 51 do Sindicato dos Jornalistas (SJ), foi eleito Personalidade do Ano Nacional pela redação do jornal “O Mirante”. António Valdemar, jornalista com uma prestigiada carreira e associado atento e sempre disponível para “o seu sindicato” continua, aos 83 anos, a deliciar-nos com a sua prosa e os seus conhecimentos. A  Direção felicita António Valdemar por mais esta distinção.

SJ reúne-se com administração do jornal A Bola

O Sindicato dos Jornalistas (SJ) reuniu-se na quarta-feira com a administração da Sociedade Vicra Desportiva, que detém o jornal A Bola e outros meios, no sentido de aferir da regularização do pagamento dos subsídios de férias e Natal aos trabalhadores, tendo a empresa assumido o compromisso de saldar a dívida “o mais brevemente possível”. Os jornalistas de A Bola, A Bola TV e Auto Foco – órgãos de informação detidos pela Sociedade Vicra Desportiva e pela Sociedade Vicra Comunicações – não receberam os subsídios no tempo definido por lei. Posteriormente, a empresa procedeu ao pagamento, em dezembro, de um quarto do valor de cada um dos subsídios. “A empresa reconhece a dívida e pretende liquidá-la o mais brevemente possível”, assegurou o gestor Paulo Cardoso, em nome da administração. Sobre os três quartos por regularizar, disse que “a dívida que existe vai ser reduzida a muito breve trecho”, em mais um quarto, “mal a empresa tenha receitas”, Porém, a empresa não ler mais

SJ vai contestar decisão do CSMP sobre vigilância a jornalistas

O Sindicato dos Jornalistas (SJ) vai contestar juridicamente a decisão do Conselho Superior do Ministério Público (CSMP), conhecida na terça-feira, de arquivar o processo de averiguação aberto a duas procuradoras que mandaram a PSP vigiar dois jornalistas. A decisão – que decorre de um pedido do SJ, enviado em janeiro à procuradora-geral da República (PGR), no sentido do apuramento de responsabilidades no caso referido – consente uma clara violação do sigilo profissional dos jornalistas e da proteção das fontes de informação, colocando constrangimentos ao exercício de um jornalismo livre e independente, fundamental em democracia. O CSMP considerou que as duas procuradoras do Departamento de Investigação e Ação Penal de Lisboa não violaram deveres funcionais, apreciação da qual o SJ, apoiado pelo seu gabinete jurídico, discorda profundamente e fará por ver avaliada por outras instâncias, em defesa da liberdade de imprensa. O SJ levará até às últimas consequências a defesa deste caso, que considera um precedente grave – para jornalistas e ler mais

Eleições para os Corpos Gerentes do SJ – nova data

Nos termos dos Estatutos do Sindicato dos Jornalistas (SJ), publica-se a convocatória relativa à assembleia eleitoral para os órgãos nacionais e regionais do SJ, que se realiza no próximo dia 19 de maio de 2021, com a possibilidade, pela primeira vez,  do recurso à votação eletrónica. ASSEMBLEIA GERAL ELEITORAL CONVOCATÓRIA   Nos termos dos Estatutos, convoca-se a Assembleia Geral do Sindicato dos Jornalistas a reunir, em sessão ordinária, no dia 19 de maio de 2021, às 10h00, para ELEIÇÃO DOS CORPOS GERENTES NACIONAIS (Mesa da Assembleia Geral, Conselho Geral, Conselho Fiscal, Direcção Nacional e Conselho Deontológico) E DAS DIREÇÕES REGIONAIS DOS AÇORES E DA MADEIRA PARA O TRIÉNIO DE 2021/2023. A eleição dos Corpos Gerentes Nacionais e das Direções Regionais dos Açores e da Madeira para o triénio de 2021/2023 será efetuada por meio eletrónico, por correspondência ou presencialmente. A votação presencial poderá ser efetuada nas mesas de voto, abertas entre as 10h00 e as 20h00, nos seguintes locais: – ler mais

Prémio de Jornalismo Luso-Alemão

Devido aos constrangimentos decorrentes da pandemia, foi alargado  o prazo para a apresentação de candidaturas ao Prémio de Jornalismo Luso-Alemão. Os trabalhos podem ser submetidos, até 15 de abril de 2021. As condições de participação podem ser consultadas aqui. O novo Prémio de Jornalismo Luso-Alemão foi lançado no passado dia 16 de setembro em Lisboa, coincidindo com as duas Presidências  do Conselho da UE – a alemã, que se iniciou em julho de 2020, e a portuguesa, que começou em janeiro de 2021. Este projeto pretende contribuir para a divulgação e o conhecimento mútuo entre os dois países, fortalecer a relação bilateral e promover a importância do jornalismo independente e profissional, uma das bases das nossas democracias. Em cada país, serão atribuídos prémios no valor de 2.000, 1.000 e 500 Euros, bem como, na primeira e segunda categorias, uma viagem para duas pessoas à Alemanha ou a Portugal. A seleção dos artigos será realizada por dois júris independentes, constituídos por ler mais

Bolsas de Jornalismo em saúde

Anúncio dos vencedores amanhã O anúncio dos jornalistas e projetos vencedores da edição de 2020 das Bolsas de Jornalismo em saúde, será feito no dia 9 de março pelas 11 horas, através de uma cerimónia digital que pode ser seguida na página do Facebook do Sindicato do Jornalistas ou através do site da Roche. O evento on-line pretende também contribuir para uma reflexão sobre o jornalismo na atualidade, a forma como foi afetado pela pandemia, incluindo ainda o papel do jornalismo especializado na área da Saúde. Vão ser atribuídas cinco bolsas num valor total de 10 mil euros. Foram apresentadas mais de 30 candidaturas que foram avaliadas por um júri independente composto por: Graça de Freitas, Diretora-geral da Saúde, Constantino Sakellarides, Médico e Professor Catedrático, por Sara Sá, jornalista, Ricardo Encarnação, Diretor médico da Roche e Isabel Nery, do Sindicato dos Jornalistas. As Bolsas de Jornalismo são uma iniciativa do Sindicato dos Jornalistas, em parceria com a Roche, e visam ler mais

SJ apoia campanha que exige auditorias de género nos media

O Sindicato dos Jornalistas (SJ) apoia a campanha #PayMeEqual, da Federação Internacional de Jornalistas (FIJ), que insta os órgãos de informação a realizarem auditorias salariais e combaterem a desigualdade entre mulheres e homens nas redações A campanha global #PayMeEqual – lançada hoje, Dia Internacional da Mulher – assenta na premissa de que “é tempo de acabar com a desigualdade salarial nos media”. A FIJ realça que “o jornalismo não é exceção” à “injustiça” da disparidade salarial – que, no mundo, atribui aos homens salários 23% superiores aos das mulheres por trabalho de igual valor. “A ausência de dados desagregados por género e de transparência salarial nos media são as principais barreiras à negociação para reduzir as desigualdades salariais”, alerta a FIJ. A presidente do Conselho de Género da FIJ, María Angeles Samperio, citada no comunicado, defende que são necessárias “auditorias salariais nas redações, para ajudar a eliminar as disparidades salariais de género”.

Contributos do SJ para o Plano de Recuperação e Resiliência

O Sindicato dos Jornalistas enviou contributos ao Plano de Recuperação e Resiliência, em consulta pública até hoje, no sentido de incluir o setor da comunicação social, gravemente afetado pela pandemia, e do apoio à sustentabilidade de um jornalismo livre e independente.   CONTRIBUTOS DO SINDICATO DOS JORNALISTAS PARA O PLANO DE RECUPERAÇÃO E RESILIÊNCIA   A pandemia veio acentuar as fragilidades do setor da comunicação social, que já precisava, e agora precisa ainda mais, de medidas de apoio urgentes e estruturais que reforcem a sua capacidade para enfrentar o impacto e tornar-se mais resiliente e sustentável. Porque entendemos que não é possível construir futuro sem jornalismo rigoroso, independente e sustentável, consideramos que a proteção e o reforço de uma informação credível e verificada, enquanto bem público e pilar essencial da sociedade democrática, devia ser um eixo transversal ao Plano de Recuperação e Resiliência 2021-2029. O jornalismo desempenha ainda um papel fundamental no combate à desinformação e às fake news, a ler mais

SJ denuncia intimidação a jornalista por parte do líder do Chega

SJ denuncia intimidação a jornalista por parte do líder do Chega   O deputado André Ventura, líder do partido Chega, publicou numa rede social, falsas insinuações contra um jornalista, desencadeando um rol de comentários agressivos, numa inaceitável tentativa de intimidação, que o Sindicato dos Jornalistas (SJ) entende dever denunciar publicamente. A liberdade de expressão é um direito de todos, sem exceção, mas deve ser exercida com responsabilidade e não pode servir o incitamento ao ódio, nomeadamente por parte de quem ocupa cargos públicos e/ou de representação dos cidadãos. Ao identificar um jornalista – por nome profissional e fotografia – acusando-o de publicar “mentiras” e atribuindo-lhe abusiva e enganadoramente propósitos ocultos, o deputado André Ventura desencadeou uma cadeia de insultos e ameaças ao visado – e, através dele, ao livre exercício do jornalismo, imprescindível em democracia. O SJ manifesta a sua solidariedade com o jornalista visado, disponibilizando os serviços do seu gabinete jurídico para o que este entender ser necessário.