Poder vinculativo sobre a RTP para a Alta Autoridade

O PSD e o CDS/PP vão propor, na Assembleia da República, que seja a Alta Autoridade para a Comunicação Social a emitir pareceres vinculativos sobre os directores de programas e de informação da RTP. Esta é a forma encontrada pelo Governo para contornar a inconstitucionalidade da alteração à Lei da Televisão, que foi chumbada pelo Tribunal Constitucional.… Ler mais

Carta de uma ex-estagiária

Na mesma edição de 30 de Março de 2001, em que inseria a resposta de Oscar Mascarenhas ao editorial de José Manuel Fernandes, a par da réplica deste, o Público reproduzia a carta de uma ex-estagiária, Ana Almeida Martins, em que manifestava a sua gratidão ao Público por lhe ter facultado um estágio que lhe facilitou o acesso à profissão.… Ler mais

Contratação colectiva avança em várias frentes

Actividade fulcral do Sindicato dos Jornalistas, a negociação de contratações colectivas e de acordos ou protocolos de empresa tem registado avanços em várias frentes, merecendo especial realce o regresso da AID à mesa das negociações e a negociação de um CCT para as rádios e de um acordo de empresa para a TSF.… Ler mais

«O Sindicato corporativo»

Em editorial com o título em epígrafe, saído em 29 de Março de 2001, José Manuel Fernandes, director do Público, insurgiu-se contra a posição assumida num comunicado do Sindicato dos Jornalistas sobre os chamados «estágios curriculares» de estudantes de jornalismo nas redacções dos órgãos de comunicação social.… Ler mais

«Regresso ao tempo dos Flinstones»

Num comentário subordinado ao título em epígrafe e inserido em rodapé do texto em que Oscar Mascarenhas respondia ao seu editorial, José Manuel Fernandes voltava ao tema dos chamados estágios nas redacções, reconhecendo que a prática do Público em tal domínio não é a que se verifica na generalidade das empresas de comunicação social.… Ler mais

«Um sindicato pela dignidade»

Finalmente, na edição de 31 de Março, o Público deu à estampa a carta que o presidente do Sindicato dos Jornalistas, Alfredo Maia, enviara em resposta ao editorial «O Sindicato Corporativo», de José Manuel Fernandes, e onde se critica também a forma incorrecta como foi titulada a notícia do comunicado do SJ que deu origem à polémica.… Ler mais

Sindicato contra directiva sobre imagens

Perante uma directiva da Alta Autoridade para a Comunicação Social, em que se determinava a obtenção de um conjunto de autorizações antes da recolha de imagens de pessoas fragilizadas psicologicamente, o SJ manifestou o seu desacordo ao novo presidente daquela instituição, evidenciando-lhe que o cumprimento de tal directiva teria impossibilitado a divulgação de imagens como a do massacre de Santa Cruz, em Timor Leste.… Ler mais

Cooperação institucional entre a SECS e o SJ

Enquanto Secretário de Estado da Comunicação Social, o dr. Alberto Arons de Carvalho manteve com a Direcção do Sindicato dos Jornalistas relações de cordial cooperação institucional, concedendo-nos várias audiências e estando presente nas nossas iniciativas, quer presidindo a elas, quer na qualidade de convidado.… Ler mais

CCT da Imprensa Diária finalmente em revisão

Depois de uma fase de estagnação que se prolongava há quase duas décadas, o Sindicato dos Jornalistas conseguiu fazer sentar à mesa das negociações a Associação da Imprensa Diária, para actualizar a Convenção Colectiva de Trabalho em vigor, que data de 1982.… Ler mais

Ética, auto-regulação e deontologia

O presidente do Sindicato dos Jornalistas, Alfredo Maia, participou no 9.º Congresso da Imprensa Portuguesa, que se realizou em Newark entre 24 e 28 de Abril de 2001. Nessa oportunidade apresentou uma comunicação subordinada ao título «Comunicação responsável: ética, auto-regulação e deontologia».… Ler mais

Jornalismo em extinção?

No Instituto de Estudos Jornalísticos de Coimbra realizou-se, em 29 de Abril de 2001, um seminário em que Avelino Rodrigues, membro da Direcção do Sindicato dos Jornalistas, interveio com uma comunicação, no âmbito do painel subordinado ao tema «Jornalismo é uma profissão em vias de extinção?»… Ler mais

Para que a ética não morra de fome

A abrir um «dossier» sobre auto-regulação, inserido no número 7 da revista «Jornalismo e Jornalistas», de Julho/Setembro de 2001, o presidente do Sindicato dos Jornalistas, Alfredo Maia, fez publicar um artigo intitulado «Algumas condições indispensáveis para que a ética não morra de fome» (*).… Ler mais

Preocupações levadas aos órgãos de poder

Do Presidente da República ao Governo, passando pelos grupos parlamentares e partido no poder, bem como por órgãos de soberania como o Procurador-Geral da República e o Provedor de Justiça, além das duas centrais sindicais, os corpos gerentes do SJ eleitos em Outubro de 2000 expuseram as preocupações dominantes dos jornalistas em sucessivas audiências.… Ler mais

Posição do SJ

Confrontado com a sistemática e abusiva exploração de estudantes de jornalismo em determinadas redacções, onde são incumbidos de realizar, sem qualquer remuneração, tarefas que reclamam obrigatoriamente o título profissional de que ainda não dispõem, o SJ emitiu em Março de 2001 um comunicado em que condena tais práticas, considerando-as ilegais.… Ler mais

Composição dos órgãos da CCPJ para 2001/03

A Comissão da Carteira Profissional de Jornalista, a que preside um juiz, inclui representantes dos órgãos de imprensa e das empresas de radiodifusão e televisão, bem como representantes dos jornalistas. Na Comissão de Apelo, os jornalistas estão igualmente representados em paridade com as empresas de comunicação social.… Ler mais