Menu Fechar

Conferência: Financiamento dos Media

O jornalismo é um pilar fundamental da democracia, um compromisso com a liberdade e a independência, a pluralidade e a diversidade, a dignidade humana e o bem-estar social.

O jornalismo não se reduz ao dever de informar, cabendo-lhe escrutinar os poderes, vigiando-os, assacando-lhes responsabilidades, denunciando promessas não cumpridas.

Porém, esta é uma missão sob ameaça – pelo desemprego, pela precariedade, pela excessiva concentração. As dificuldades de sustentabilidade do setor põem em risco a independência do jornalismo. É, por isso, urgente debater o tema do financiamento dos media em Portugal.

O Sindicato dos Jornalistas convoca todos – o Estado, as empresas, públicas e privadas, grandes ou pequenas, nacionais, regionais ou locais, os jornalistas e a sociedade – a irem além do diagnóstico, apontando caminhos e soluções.

Entrada livre, mas sujeita a inscrição obrigatória, aqui:

cenjor.pt/inscricao-formulario

No campo “Ação/Curso” escolher Conferência sobre Financiamento dos Media.

Evento Facebook: Clique aqui.

Transmissão da Conferência, aqui.

Comunicações

Oradores

  • Discurso de encerramento de Sua Excelência o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa – Visualizar
  • Discurso de abertura de Sofia Branco – Visualizar
  • Comunicação de Julia Cagé – Visualizar
  • Comunicação de Nicolau Santos – Visualizar
  • Comunicação de Afonso Camões – Visualizar
  • Comunicação do SECAM – Visualizar
  • Comunicação de Mário Ramires – Visualizar
  • Comunicação de Filipe Alves – Visualizar
  • Comunicação de Isabel Nery – Visualizar
  • Comunicação de Ricardo Costa – Visualizar
  • Comunicação de João Garcia – Visualizar
  • Comunicação de Margarida Balseiro Lopes – Visualizar
  • Comunicação de Luís Proença – Visualizar
  • Comunicação de Elisabete Rodrigues – Visualizar
  • Comunicação de Ricardo Esteves – Visualizar
  • Comunicação de Jorge Costa – Visualizar
  • Comunicação de Luís Mendonça – Visualizar
  • Comunicação de Alberto Arons de Carvalho – Visualizar
  • Comunicação de Elsa Costa e Silva – Visualizar

Na Imprensa

  • Lusa pode fornecer pacote informativo gratuito com um orçamento de 20 ME” – RTP – Visualizar
  • Políticas públicas “não podem ignorar” sobrevivência dos media, defende Sindicato dos Jornalistas” – RTP – Visualizar
  • 15h00 – Edição de Miguel Soares” – Antena1 – Visualizar
  • Crise do jornalismo. “A solução não pode estar no Estado”, diz secretário de Estado” – Rádio Renascença – Visualizar
  • Empresas “não têm sido bem geridas”. Conferência discute financiamento dos media” – TSF – Visualizar
  • Nuno Artur Silva: “A solução para os media não está no Estado, mas na iniciativa dos próprios jornalistas”” – Expresso – Visualizar
  • Nuno Artur Silva diz que RTP e Lusa são “elementos estruturantes da democracia”” – Jornal Económico – Visualizar
  • Agência Lusa quer oferecer notícias aos media em troca de aumento da indemnização estatal para 20 milhões” – Público – Visualizar
  • Governo não prevê alterações ao financiamento da RTP e Lusa” – Sábado – Visualizar
  • RTP e Lusa são “elementos estruturantes da democracia”” – Diário de Notícias – Visualizar
  • Políticas públicas “não podem ignorar” sobrevivência dos media, diz Sindicato dos Jornalistas” – Observador – Visualizar
  • Políticas públicas “não podem ignorar” sobrevivência dos media” – Porto Canal – Visualizar
  • Secretário de Estado não tem previstas alterações ao financiamento da RTP e Lusa” – Dinheiro Vivo – Visualizar
  • Presidente da Lusa diz que agência pode fornecer um pacote gratuito com orçamento de 20 milhões” – Jornal Económico – Visualizar
  • Lucros não devem ser foco principal das empresas de media – Júlia Cagé” – JM Madeira – Visualizar
  • Sérgio Marques reitera papel positivo nos apoios prestados pela MEDIARAM e sublinha importância de um mercado plural na Região” – JM Madeira – Visualizar
  • Compra de jornais deve ter incentivos fiscais” – Jornal de Notícias – Visualizar
  • PS defende incentivos financeiros do Estado à comunicação social” – Rádio Renascença – Visualizar
  • Compra de jornais deve ter incentivos fiscais” – Jornal de Notícias –
  • Sindicato dos Jornalistas vai apresentar propostas ao Governo e ao Parlamento para ajudar os media” – Expresso – Visualizar
  • Crise nos media: “O Presidente não cometerá o erro de se calar, de fingir que não há crise, de cair na inércia”” – Expresso – Visualizar
  • Sindicato dos Jornalistas vai apresentar propostas para o sector ao Governo e Assembleia da República” – Diário de Notícias Madeira – Visualizar
  • Marcelo sugere medidas experimentais de apoio à comunicação social em 2020” – Diário de Notícias Madeira – Visualizar
  • Secretário de Estado não tem previstas alterações ao financiamento da RTP e Lusa” – Observador – Visualizar
  • Economista francesa propõe voucher de 50 euros por cidadão para ajudar a salvar os média” – TSF – Visualizar
  • Marcelo traça cenário negro na comunicação social em 2020” – RTP Notícias – Visualizar
  • Partidos concordam com apoios do Estado aos media, mas não subsidiação directa” – Público – Visualizar
  • Marcelo lança indireta à Cofina: “ninguém está imune à crise dos media– Jornal Económico – Visualizar
  • Presidente da República desafia Governo a incluir medidas para os media no OE” – Público – Visualizar
  • Marcelo alerta para o risco de desvalorizar o setor dos media” – SIC Notícias – Visualizar
  • Como financiar o jornalismo? Conheça as opiniões dos principais players do mercado” – Jornal Económico – Visualizar
  • “Há algo de muito errado num Estado de Direito que permite transformar o discurso de ódio em negócio”” – Expresso – Visualizar
  • Crise no jornalismo. Afinal, o que é “necessário para dar força às rádios?” – Rádio Renascença – Visualizar
  • Há uma agência que avalia jornais e Portugal pode ser o próximo teste” – Rádio Renascença – Visualizar
  • Secretário de Estado diz que estão a ser estudadas formas para financiamentos dos media” – RTP Notícias – Visualizar
  • A filantropia pode ser a solução para os media? É só um dos caminhos” – Expresso – Visualizar
  • Financiamento dos media. Estado atribuir “vouchers” aos cidadãos pode ser a solução?” – Rádio Renascença – Visualizar
  • Presidente da República encerrou Conferência sobre o Financiamento dos Media” – Website da Presidência da República Portuguesa – Visualizar

Conferencistas

Conferencistas

Sofia Branco

Sofia Branco é jornalista há vinte anos e presidente do Sindicato dos Jornalistas desde janeiro de 2015. Trabalha na Agência Lusa, onde é atualmente coordenadora de estágios e formação profissional.

Isabel Nery

Jornalista várias vezes premiada e investigadora em Jornalismo Literário, autora dos livros de não-ficção: As Prisioneiras – Mães Atrás das Grades (2012), Chorei de Véspera – Ensaio sobre a Morte (2016), ambos adaptados para curtas-metragens, e da biografia Sophia de Mello Breyner Andresen (2019). Licenciada em Relações Internacionais, Mestre em Comunicação e aluna de Doutoramento. Atualmente é vice-presidente do Sindicato dos Jornalistas.

Ana Isabel Costa

Jornalista da Antena 1 desde 1994.
Membro da direção do sindicato de jornalistas.

Adelino Gomes

Adelino Gomes desenvolveu atividade quotidiana de jornalista durante 42 na rádio, na televisão e na imprensa escrita, e foi provedor do ouvinte da RDP. A partir de 1975, sempre e na medida que o exercício profissional lho permitiu, dedicou-se à formação profissional e à docência.

Afonso Camões

Afonso Camões, 62 anos, jornalista. É Diretor-Geral de Conteúdos do Global Media Group (GMG), foi também Diretor do Jornal de Notícias e Presidente da Lusa – Agência de Notícias de Portugal.
Ao longo da sua carreira desempenhou funções em diversos meios de comunicação – de O Primeiro de Janeiro, ao Semanário e do Jornal do Fundão ao Expresso. Em Macau, entre 1991 e 1999, foi Diretor de Comunicação Social e administrador da Teledifusão de Macau.

Alberto Arons de Carvalho

Alberto Arons de Carvalho é doutorado em Ciências da Comunicação pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa e licenciado em Direito pela Faculdade de Direito de Lisboa. É, desde outubro de 2018, docente na Universidade Autónoma de Lisboa. Foi docente no Departamento de Ciências da Comunicação na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa entre 1981 e 1995 e entre 2002 e 2016.

Américo Aguiar

Licenciado em Teologia com mestrado em Ciências da Comunicação. Foi ordenado, este ano, bispo auxiliar de Lisboa. É também presidente do Conselho de Administração da Rádio Renascença e é diretor do Secretariado Nacional das Comunicações Sociais da Conferência Episcopal Portuguesa. Foi presidente da Irmandade dos Clérigos e chefe de gabinete de D. Armindo Lopes e D. Manuel Clemente, então bispos do Porto. Integra o cabido Portucalense desde 2017, sendo responsável pelo seu património.

António Carrapatoso

António Carrapatoso é um empresário licenciado em Administração e Gestão de Empresas com MBA pela Universidade Nova de Lisboa e Wharton School. Exerceu cargos de chefia no grupo CUF entre outras instituições e foi presidente da administração da Vodafone em Portugal. Presidiu à Associação dos Operadores Privados de Telecomunicações (APRITEL). É atualmente presidente do Conselho de Administração do Observador.

António Filipe

Nascido em 1963 é vice-presidente da Assembleia da República e do grupo parlamentar do PCP. Licenciado em Direito, com mestrado em Ciência Política, Cidadania e Governação, e Doutoramento em Direito Constitucional pela Universidade holandesa de Leiden. Para além de ser Deputado, exerce as funções de professor universitário,na Universidade Europeia/Laureate International Universities. É jurista e membro do Comité Central do PCP.

Carlos Rui Abreu

Começou no jornalismo quando tinha apenas 16 anos. É correspondente do Jornal de Notícias e do Desporto da RTP/Antena 1. Em 2012, em plena crise, fundou o Notícias de Fafe, com outros camaradas de profissão. É diretor-adjunto do jornal desde então, enfrentando todos os desafios que se colocam à imprensa regional, particularmente numa região do país tantas vezes esquecida.

Cecília Meireles

Cecília Meireles nasceu em 1977 na cidade do Porto. Licenciada em Direito pela Universidade de Coimbra e detentora de um MBA em Especialização em Gestão de Empresas pela Escola de Gestão do Porto. É jurista, actualmente deputada à Assembleia da República do CDS-PP pelo círculo eleitoral do Porto. Começou o seu trabalho político enquanto assessora do grupo parlamentar do CDS na Assembleia da República entre 2002 e 2005.

Elisabete Rodrigues

56 anos, nascida em Lisboa, mas algarvia (de Lagoa) desde tenra idade, jornalista profissional desde 1985, licenciada em Comunicação Social pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa.
Trabalhou no semanário «O Jornal», na Agência Notícias de Portugal, na Agência Lusa, no «Independente», no «Diário de Notícias», chefe de redação durante onze anos (de 2000 a 2011) do semanário regional «barlavento».
Foi daí que saiu para, com um grupo de colegas, fundar, em setembro de 2011, o jornal online Sul Informação, do qual é diretora.
Vencedora de diversos prémios de jornalismo.

Elsa Costa e Silva

Elsa Costa e Silva doutorou-se em Ciências da Comunicação em 2013 na área de Economia Política da Comunicação. Foi jornalista do Diário de Notícias durante dez anos. É professora assistente no Departamento de Ciências da Comunicação da Universidade do Minho, onde ensina nas áreas de Jornalismo, Economia Política e Mercados de Comunicação, e integra o Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade (CECS) enquanto investigadora. Fez parte da equipa do projeto financiado pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia “A regulação dos Media em Portugal: o caso da ERC”.

Filipe Alves

Filipe Alves (Viana do Castelo, 1979), é jornalista desde 2005, tendo passado pela Agência Lusa, pelo Semanário Sol, pelo Diário Económico e pela Thomson Reuters, entre outros meios de comunicação social, tendo-se especializado na área do jornalismo económico. É co-fundador, acionista e diretor do Jornal Económico, desde 2016. Filipe Alves é mestre em Ciências da Comunicação pela Universidade do Minho, com a tese “Fundações Jornalísticas: em busca de um novo modelo de negócio para a Imprensa”, que foi publicada em livro pela Almedina (2013). É docente convidado na ETIC e formador profissional. Co-autor do livro “Os Novos Donos Disto Tudo” (Matéria Prima, 2015).

Gonçalo Reis

Licenciado em Economia pela Universidade Católica Portuguesa, com MBA pela Universidade de Chicago. Com uma experiência profissional diversa – com passagens pelos setores da banca, consultoria, publicidade, infra-estruturas e private equity – ocupou cargos de administração em várias empresas, entre as quais a RTP, da qual foi administrador entre 2002 e 2007. É presidente do Conselho de Administração da RTP desde 2015, tendo sido reconduzido para um segundo mandato de três anos em 2018.Em dezembro de 2018 foi eleito para o Conselho de Administração Executivo da União Europeia de Radiodifusão.

João Garcia

Presidente do júri das bolsas de investigação jornalística da Fundação Calouste Gulbenkian, projeto do qual esteve na génese, João Garcia foi diretor da VISÃO e do Courrier Internacional e diretor-adjunto do Expresso. Começou a sua carreira em 1976, no Diário Popular, e fez parte da direção do Sindicato dos Jornalistas, do Conselho Deontológico e da Comissão da Carteira. As bolsas de investigação jornalística da Gulbenkian pretendem contribuir para uma «sociedade mais informada e, por isso, mais democrática».

João Nazário

Formação:
– licenciatura em Desporto e Educação Física pela Universidade do Porto
– pós-graduação em Gestão de Empresas pelo ISCTE

Actividade profissional:
– director do Jornal de Leiria
– gerente da Arquivo Bens Culturais
– administrador da Movicortes

João Palmeiro

João Maria Pinheiro de Moraes Palmeiro, nasceu a 8 de Agosto de 1949
Começou a carreira profissional como Técnico Superior principal no Instituto de Comunicação Social. Assessor em mais do que um governo e Professor Universitário durante grande parte da sua vida profissional.
Passou pelas direcções e administrações de vários órgãos de Comunicação Social
Foi membro Membro da Comissão Intergovernamental para o Desenvolvimento da Comunicação da Unesco e Director Adjunto de Comunicação da Expo’98.
É presidente da Associação Portuguesa de Imprensa há 18 anos e foi membro direcção e vice-presidente das Federações Europeias representantes de jornais e revistas.
Foi também presidente Digital News Innovation Fund (DNI Fund) – Google News Initiative.

Jorge Costa

Nasceu em Outubro de 1975 e é licenciado em Jornalismo pelo Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da Universidade Técnica de Lisboa. É membro da Mesa Nacional do Bloco de Esquerda desde a sua fundação e integra também a sua Comissão Política. É deputado à Assembleia da República, eleito pelo círculo de Lisboa.

José Magalhães

José Magalhães nasceu em março de 1952. Licenciou-se em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa e é Mestre em Ciências Jurídico-Políticas pela Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra. É deputado à Assembleia da República do PS pelo círculo eleitoral do Porto. Faz parte da Comissão de Assuntos Constitucionais, Direitos, Liberdades e Garantias [Vice-Presidente], da Comissão de Cultura e Comunicação e da Comissão de Transparência e Estatuto dos Deputados.

Julia Cagé

Julia Cagé, nascida em 17 de fevereiro de 1984 em Metz, é uma economista francesa especializada em economia do desenvolvimento, economia política e história económica. É doutorada pela Universidade de Harvard, é professora assistente de Economia no Institut d’etudes Politiques de Paris . Pertence ao conselho de administração da Agência France Press. Autora de vários livros entre eles “Salvar os Média” e “O Preço da Democracia”

Luís Figueiredo Trindade

Administrador do Jornal OJE o qual adquiriu em 2015, tendo em 2016 criado um novo produto editorial através de um rebranding de marca e reposicionamento no mercado, o Jornal Economico. Hoje um titulo líder no seu segmento.

Luís Mendonça

Luís Mendonça é jornalista tendo trabalhado na Agência Lusa, SIC e TSF. Venceu o Prémio de Jornalismo Europeu em 2009 na categoria de rádio. Atualmente é diretor da Rádio Universidade FM, de Vila Real, professor de Rádio na Licenciatura de Ciências da Comunicação da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro e diretor do jornal Notícias de Vila Real. Integra a direção da Comissão da Carteira Profissional dos Jornalistas. É vice- presidente da Associação Portuguesa de Radiodifusão.

Luis Proença

Começou na rádio, nos anos 80, na TSF, tendo ocupado o cargo de diretor-adjunto. Na mesma década esteve no Expresso e participou na fundação do jornal Público. Integrou também a equipa de fundação da SIC Notícias no final dos anos 90.
Foi responsável pela direção de programas da Antena 1 e consultor da RTP2. Em 2008 foi diretor-adjunto de programas da SIC. Em 2011 iniciou-se nas funções de diretor de Antena, Gestão de Programação e Novas Plataformas e posteriormente como diretor de Programas. É atualmente diretor-adjunto de Comunicação da Fundação Calouste Gulbenkian.

Mafalda Anjos

Mafalda Anjos é licenciada em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa. Com o curso de aperfeiçoamento em imprensa pelo Cenjor, ingressou em 1998 na revista Exame e posteriormente na revista Focus, onde assumiu as funções de coordenação da secção de Economia. Soma passagens pelo Semanário Económico, Expresso e Visão, da qual é diretora, função que acumula com a de Publisher da Trust in News.

Manuel Carvalho

Nasceu no Alto Douro em 1965 e integrou a equipa da fundação do PÚBLICO, onde foi Grande Repórter, Redactor Principal, director adjunto e, desde Agosto de 2018, director. Passou pelo Diário Económico em 1999/2000 e desempenhou a maior parte do seu percurso profissional na área da Economia. É autor de vários livros, o mais recente dos quais “A Guerra que Portugal Quis Esquecer” (Porto Editora, 2015). Vencedor do prémio Gazeta de Imprensa em 2014.

Margarida Balseiro Lopes

Margarida Balseiro Lopes é licenciada em Direito com mestrado em Direito e Gestão.
É presidente da Comissão Política Nacional da Juventude Social Democrata. É deputada social-democrata na Assembleia da República eleita por Leiria. Faz ainda parte da Assembleia Municipal da Marinha Grande e integra o Conselho Geral do Instituto Francisco Sá Carneiro.

Mário Ramires

Administrador único e Diretor dos jornais SOL e I – de que é proprietário – desde Dezembro de 2015, foi um dos mentores do grupo fundador do SOL (juntamente com José António Saraiva, José António Lima e Vítor Rainho), primeiro jornal português a nascer multiplataforma, com edição online atualizada ao minuto e uma edição impressa semanal.

Nicolau Santos

Nicolau Santos, jornalista e Presidente do Conselho de Administração da Lusa – Agência de Notícias de Portugal desde 21 de março de 2018.Membro da direção do «Expresso» desde 1998 até 2017, enquanto diretor adjunto e coapresentador do programa da SIC Notícias “Expresso da Meia-Noite”.Iniciou a carreira de jornalista no «Jornal de Notícias». Foi diretor do «Público», «Semanário Económico» e «Diário Económico». Colaborou ainda com a RTP, TSF e o jornal «O Independente».

Nuno Artur Silva

Nuno Artur Neves Melo da Silva nasceu em Lisboa em 5 de outubro de 1962.
Licenciado em Línguas e Literaturas Modernas pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa (1985).
Foi professor de Português no Ensino Secundário (1985/1992).
É autor de livros diversos, sobretudo de banda desenhada e poesia.
Autor e produtor de peças de teatro e eventos culturais.

Nuno Francisco

Nuno Francisco, 44 anos, é doutorado em Ciências da Comunicação pela Universidade da Beira Interior.
É jornalista desde 1999 e diretor do Jornal do Fundão desde 2013.
É, desde 2018, sócio maioritário e gerente da empresa que administra o Jornal do Fundão.
É, desde 2011, Professor Assistente Convidado na Universidade da Beira Interior.

Paul Steiger

After a 40-year career in newspaper journalism, the last 16 as the managing editor of the Wall Street Journal, Paul Steiger in 2008 became the founding editor and CEO of ProPublica, a non-profit, non-partisan, New York-based newsroom dedicated to exposing abuse of power or of the public interest. Five years later, following ProPublica’s highly successful takeoff, he turned over leadership to two colleagues who had helped lead the launch. Under their direction, the organization has accelerated its growth and proved a pathfinder for both watchdog journalism and philanthropic funding. Steiger remains as a board member and executive chairman, in a management advisory role.

Paulo Pena

Paulo Pena, 45 anos, é jornalista do Diário de Notícias e membro fundador do consórcio Investigate Europe, uma cooperativa europeia de jornalistas de investigação. Foi grande repórter do Público e da Visão. É autor de três livros de não-ficção. O último dos quais, Fábrica de Mentiras (ed. Objetiva, Outubro de 2019) sobre o papel da desinformação e das grandes plataformas digitais.

Ricardo Costa

Ricardo Costa é jornalista, tendo trabalhado no semanário Expresso do qual viria a ser diretor entre 2011 e 2016. Depois desse ano assumiu funções diretivas nas estações de televisão SIC e SIC Notícias. É apresentador do programa semanal Expresso da Meia-Noite na SIC Notícias, onde também é comentador. É diretor-geral de informação do grupo Impresa.

Ricardo Esteves Ribeiro

É jornalista e co-fundador do Fumaça, um projeto de jornalismo independente, progressista e dissidente, com investigação e tempo para pensar. Venceu o Prémio Gazeta Revelação 2018 com a série áudio-documental “Palestina, histórias de um país ocupado”, que foi distinguida também com dois Prémios de Ciberjornalismo 2018.

Rodrigo Tavares

É fundador e presidente do Granito Group, grupo financeiro dedicado ao avanço da economia sustentável. Serviu como chefe dos negócios estrangeiros do Estado de São Paulo, no Brasil. Trabalhou para a Universidade das Nações Unidas, o think-tank da ONU, na Bélgica e Etiópia. Foi responsável pelos relatórios anuais do Secretário Geral da ONU, Ban Ki-moon, sobre o desenvolvimento de África. A sua trajetória académica inclui as universidades de Gotemburgo, Columbia, Califórnia-Berkeley e Harvard. Foi nomeado Young Global Leader pelo World Economic Forum, embaixador da StartUp Portugal e Young Leader pelo Governo do Quebeque. Com origens na Beira Baixa, nasceu em Lisboa em 1978.

Rui Tavares

Rui Tavares é escritor, historiador e ensaísta. Ex-Deputado no Parlamento Europeu, onde foi relator para as questões de refugiados e direitos fundamentais; Doutor em História pela École des Hautes Études en Sciences Sociales de Paris. Publicou vários livros, sobretudo de não-ficção, sobre temas históricos ou políticos, incluindo “O Pequeno Livro do Grande Terramoto” (2005), A Ironia do Projeto Europeu (2012) e Esquerda e Direita: Guia Histórico para o Século XXI (2015).

Sérgio Figueiredo

Sérgio Figueiredo, 53 anos, pai de 4 filhos, licenciado em Economia pelo ISEG, Diretor de Informação da TVI e da TVI 24, membro do Conselho Estratégico do Grupo Media Capital, desde janeiro de 2015.
Até 2007 foi jornalista durante 18 anos, sobretudo na área especializada de economia, tendo sido diretor do Diário Económico durante 5 anos (outubro 1996/setembro 2001) e do Jornal de Negócios durante 4 anos e meio (setembro 2001/janeiro 2007).
Foi distinguido em 2002 como Jornalista do Ano pela Casa da Imprensa e, em 2006, recebeu o prémio Carreira de Jornalismo Económico no Investor Relations Awards, da Deloitte. Foi Administrador da Fundação EDP entre março de 2007 e dezembro de 2014 e Administrador Executivo da EDP Produção.

Sérgio Marques

Nasceu em 25 de fevereiro de 1957, no Funchal e licenciou-se em Direito pela Universidade de Lisboa. Foi secretário regional dos Assuntos Parlamentares e Europeus da Região Autónoma da Madeira, entre 2015 e 2017, no primeiro governo regional liderado por Miguel Albuquerque. Foi ainda deputado ao Parlamento Europeu pelo PPD/PSD, entre 1999 e 2009.
Enquanto secretário dos Assuntos Parlamentares tutelou o lançamento do Programa Regional de Apoios à Comunicação Social Privada (MEDIARAM).
Atualmente é deputado da Assembleia da República.

Susana Peralta

Susana Peralta é doutorada em Economia pela Université catholique de
Louvain, na Bélgica. É professora associada na Nova School of Business and Economics. É especialista em Economia Pública e a sua investigação debruça-se sobre a concorrência fiscal, economia política e finanças locais.
O seu trabalho de investigação está publicado em revistas académicas como o The Economic Journal, Journal of Public Economics e Journal of Urban Economics. É uma das fundadoras do Economics for Policy, um Knowledge Centre da Nova SBE dedicado à análise aplicada de políticas públicas.