QUARTA-FEIRA
17 de Janeiro de 2018 | 01:24

Jornalista vítima de atentado bombista na Somália

Publicado a 14/12/2017 NOTÍCIAS

Mohamed Ibrahim Mohamed, também conhecido como Gabow, morreu após explosão do seu carro em Mogadíscio. FIJ condena o ataque.


A Federação Internacional de Jornalistas (FIJ) condenou o ataque que vitimou o jornalista televisivo Mohamed Ibrahim Mohamed, também conhecido como Gabow, em Mogadíscio.

Mohamed, de 28 anos, era pivot da Kalsan TV e morreu na sequência de um atentado bombista com explosivos colocados sob o lugar do condutor, na passada segunda-feira, sem que tenha sido reivindicado o ato.

A FIJ exigiu às autoridades somalis que adotem medidas urgentes para a proteção dos trabalhadores de media

Segundo Anthony Bellanger, secretário-geral da FIJ, "são cada vez mais frequentes, à escala mundial, os assassínios e ataques como tentativas persistentes de silenciar as vozes dos jornalistas, colocando em risco a liberdade de imprensa. Governos e outras organizações de cada país devem enviar mensagens claras no sentido de que o assassínio de trabalhadores dos media não serão tolerados e que os responsáveis serão punidos. Exige-se, portanto, uma investigação rigorosa e imediata à morte de Mohamed Ibrahim".


Versão para Imprimir