Etiqueta: fij

INSPSIC realiza especialização sobre segurança dos jornalistas em cenários de risco

O Instituto Português de Psicologia e outras Ciências (INSPSIC) vai realizar, de novembro de 2020 a julho de 2021, uma Especialização Avançada Pós-Universitária sobre a segurança dos jornalistas em cenários de risco, que conta com o  apoio do Sindicato dos Jornalistas e da Federação Internacional de Jornalistas. A especialização teve origem numa formação da Federação Internacional de Jornalistas e foi desenvolvida para ajudar os jornalistas a cuidarem de si mesmos, consciencializando-os sobre os perigos e as ações que podem tomar para se protegerem  e, assim, servirem melhor o público. O curso pretende também informar os jornalistas sobre as ferramentas que podem utilizar em cenários hostis, sejam eles de conflito bélico ou catástrofes naturais, surtos de epidemias, crises humanitárias, investigações locais, cobertura de assuntos religiosos e ambientais. O curso tem a duração de 124 horas, podendo alternar entre a  modalidade presencial e não presencial (mais informações em https://www.inspsic.pt/curso/285-especializacao-avancada-pos-universitaria-na-seguranca-dos-jornalistas-em-jornalismo-de-risco-advanced-professional-program).

SJ assinala Dia Internacional pela Eliminação da Violência contra as Mulheres

O Sindicato dos Jornalistas (SJ) associa-se à Federação Internacional de Jornalistas (FIJ) no Dia Internacional pela Eliminação da Violência contra as Mulheres e incentiva as organizações mediáticas e as associações profissionais de jornalistas em Portugal a tomarem medidas concretas para erradicar a violência e o assédio, nomeadamente on-line. Os empregadores de media têm o dever de garantir um local de trabalho seguro e fornecer um mecanismo sólido para que as mulheres denunciem e sejam protegidas quando sujeitas a abuso online. O SJ quer deixar claro que as mulheres jornalistas portuguesas sujeitas a abuso não estão sozinhas e solidariza-se aos 16 dias de ação promovidos pela FIJ com vista à ratificação da Convenção 190 da Organização Internacional do Trabalho (OIT) sobre violência e assédio no mundo do trabalho. Esta Convenção inovadora deve ser ratificada pelos governos nacionais em todo o mundo. Veja os detalhes da campanha da FIJ aqui. Consulte o programa dos 16 dias de ação da FIJ aqui. Leia ler mais

Grande maioria dos assassínios de jornalistas fica impune

Cerca de 90 por cento dos responsáveis por assassínios de jornalistas registados entre 2006 e 2018, em todo o mundo, nunca foram punidos, segundo a agência da Organização das Nações Unidas para a Cultura, a Educação e Ciência (UNESCO). O relatório da UNESCO – publicado no âmbito da jornada internacional para o fim da impunidade para os crimes cometidos contra jornalistas, que se assinala a 2 de novembro – contabiliza 1.109 jornalistas assassinados no mesmo período, apontando os Estados árabes como o espaço geográfico onde se registaram mais mortes, representando 30 por cento do total, seguindo-se América Latina e Caraíbas (26%) e Ásia-Pacífico (24%). O relatório refere ainda que os jornalistas locais que trabalham temas relacionados com corrupção e política representam 93 por cento dos assassínios dos últimos dez anos. Ao mesmo tempo, destaca-se que este tipo de crime aumentou 18 por cento entre 2014 e 2018, face aos cinco anos precedentes. A propósito do mesmo tema, a Federação Internacional ler mais

FIJ escreve a Sampaio em defesa da RTP

A Federação Internacional de Jornalistas (FIJ) escreveu ao Presidente da República, Jorge Sampaio, manifestando a sua preocupação pelo futuro da RTP. A maior organização de jornalistas do mundo pede que seja aceite a proposta do Sindicato dos Jornalistas, para a realização de um debate parlamentar sobre o futuro da estação.