Projeto Literacia para os Media e Jornalismo marca presença no Folio

O projeto Literacia para os Media e Jornalismo, organizado pelo Sindicato dos Jornalistas e pela Direção-Geral da Educação, vai marcar presença no Folio, Festival Literário Internacional de Óbidos, que decorre de 10 a 20 de outubro.

“Fake News: nascem do medo, fabricam o medo. Como combatê-las” é o tema da oficina, para 30 participantes, conduzida por Miguel Crespo, professor e jornalista, e Susana Tavares, da Direção-Geral da Educação.

Perante o panorama mediático atual, marcado pela omnipresença dos media e pelos mecanismos tecnológicos, a necessidade de capacitar professores e alunos para um consumo informado e crítico dos conteúdos difundidos pelos meios de comunicação social é uma prioridade.

Preparar as futuras gerações para a apreensão crítica da informação num mundo crescentemente mediatizado é não só uma necessidade, mas um direito humano fundamental.

Assim, o projeto Literacia para os Media e Jornalismo enquadra-se numa lógica de Educação para a Cidadania, integrando-se nos novos desafios e medidas políticas educativas atuais.

Concebido por jornalistas e académicos da área da comunicação, e dirigido a professores, o projeto resulta de um protocolo entre o Sindicato dos Jornalistas e o Ministério da Educação, e conta com o Alto Patrocínio do Presidente da República.

Financiado pela Direção-Geral da Educação (Ministério da Educação) e pelo Cenjor (Centro Protocolar de Formação Profissional para Jornalistas), com recurso a verbas do Ministério da Cultura, o projeto realizou o primeiro piloto no ano letivo 2018-2019 e será agora alargado a um maior número de escolas do país.

Consulte e descarregue o programa aqui.