Tribunal londrino dá razão a Richard Gizbert

Um tribunal de trabalho londrino considerou que a ABC News despediu injustamente o jornalista freelance Richard Gizbert por este se ter recusado a ir para o Iraque, e agendou para o início de 2006 a decisão quanto ao valor da indemnização a pagar pela empresa ao trabalhador.

Apesar da empresa alegar que o despedimento nada teve a ver com a recusa do jornalista em cobrir guerras, o tribunal considerou que o testemunho dos executivos da ABC News se revelou por vezes inconsistente e “não totalmente fiável”. Insatisfeita, a empresa já garantiu que vai recorrer da decisão.

Para Richard Gizbert, que trabalhou para a ABC News durante 11 anos, esta decisão representa “um aviso a outras organizações noticiosas” de que têm de cumprir a política de só enviar para zonas de conflito quem se voluntaria para tal.