Noruega combate concentração dos média

O governo da Noruega anunciou a 24 de Março que pretende impôr limites mais apertados à concentração da propriedade nos média, por forma a não enfraquecer a liberdade de informação e de expressão.

O limite actual de 40 por cento da circulação de jornais e das audiências televisivas e de rádio foi estabelecido há dois anos pelo anterior governo de centro-direita, mas o actual governo de centro-esquerda, com maioria parlamentar, quer reduzi-lo para 33 por cento, alegando que o limite de um terço é a média europeia.

Esta medida afectará directamente as intenções de expansão regional do grupo Schibsted, que já detém cerca de 30 por cento da quota de mercado, devido à posse de órgãos de comunicação como a estação televisiva TV2, os diários “Verdens Gang” e “Aftenposten” e o jornal gratuito “20 Minutes”.