Jornalistas do “El Periódico de Catalunya” ponderam greve

O comité de empresa do “El Periódico de Catalunya” admite convocar uma greve entre as 6 horas do dia 22 de Dezembro e a mesma hora do dia seguinte, para pressionar a administração do Grupo Zeta a ser mais dialogante na negociação do contrato colectivo de trabalho.

A proposta de greve será referendada em assembleia de trabalhadores caso a administração não mostre abertura ao diálogo.

Segundo a Federação de Sindicatos de Jornalistas (FeSP) de Espanha, a negociação da convenção colectiva arrasta-se há quase nove meses e o director-geral do Grupo Zeta, Román Merino, mantém uma postura negocial fechada.

Entretanto, os trabalhadores de “El Periódico” decidiram não comparecer ao tradicional repasto de Fim de Ano oferecido pela empresa, optando por se manifestarem em frente ao local do encontro para denunciarem publicamente a situação em que se encontram.

Em idênticas circunstâncias estão os trabalhadores das “Ediciones Reunidas”, outra empresa do grupo, que não conseguem avançar com o contrato colectivo e já sofreram várias reduções da equipa.