Jornalistas da ANSA suspendem greve

O Conselho de Redacção da agência noticiosa italiana ANSA suspendeu a greve decretada para a empresa – e que deveria terminar às 7 horas de 1 de Junho – depois de a direcção da agência ter recuado na intenção de reduzir em 15 por cento o número de trabalhadores da redacção.

Lembrando que “não pretendem assistir passivamente, nem agora nem no futuro, a reorganizações unilaterais e peremptórias do trabalho que tenham como objectivo a redução do pessoal jornalístico”, os jornalistas da ANSA sublinharam que a suspensão da greve em curso se deve a um “acolhimento, com sentido de responsabilidade, das informações fornecidas pela empresa”.