Jornalista agredido na Rússia

Nikolai Kochurov, chefe-de-redacção do “Severodvinsky Rabochy”, foi agredido a 28 de Junho por dois homens não identificados à entrada de sua casa, quando saía para o emprego, sofrendo ferimentos na cabeça e no braço que obrigaram à sua hospitalização.

A polícia e os colegas do jornalista apontam o trabalho como motivo possível para o ataque, embora o jornal não tenha publicado qualquer artigo particularmente polémico nos últimos tempos.

“Este caso precisa de ser investigado a fundo, por forma a combater o clima de impunidade para quem ataca jornalistas na Rússia”, afirmou Ann Cooper, directora-executiva do Comité para a Protecção dos Jornalistas (CPJ), lembrando que, desde 2000, foram assassinados mais de uma dezena de jornalistas naquele país, sem que os assassinos tivessem sido levados perante a injustiça.