Jornalista agredida na Grécia

A jornalista grega Aggeliki Hatzidimitriou foi agredida com violência por um segurança privado de uma estação transformadora quando tentava cobrir um problema de falta de electricidade na ilha de Hios, a 8 de Abril. A jornalista foi transportada num helicóptero militar para o hospital central de Atenas, onde permanece inconsciente.

Segundo declarações médicas referidas pela Federação Europeia de Jornalistas (FEJ), a repórter sofreu um “choque histérico” na sequência do ataque brutal de que foi vítima.

Manifestando esperanças na rápida recuparação de Aggeliki Hatzidimitriou, a FEJ junta-se aos sindicatos de jornalistas de Atenas e de Peloponeso, Epiro e Ilhas na exigência para que as autoridades levem a cabo um inquérito “total e transparente” para apurar responsabilidades e punir o responsável pela agressão. “É imperioso que os jornalistas possam trabalhar em segurança”, sublinha a FEJ.