Greve na estação pública grega

Os jornalistas da ERT, a estação pública grega de radiodifusão, realizaram nos dias 29 e 30 de Junho uma greve para pressionar a manutenção nos postos de trabalho de todos os colegas cujos contratos de curto prazo terminam hoje.

Esta forma de luta é uma resposta ao não cumprimento da promessa da ERT em assinar contratos de trabalho por tempo indeterminado com os jornalistas, como tinha ficado acordado após negociações efectuadas no final de 2005.

Revelando-se surpreendido e desiludido com o não cumprimento da promessa feita, o secretário-geral da Federação Europeia de Jornalistas (FEJ), Aidan White, reforçou que “as formas de trabalho atípicas devem ser a excepção”, garantindo que a organização vai continuar a lutar pela segurança no emprego e pelos direitos dos trabalhadores.