Greve na editora italiana Gruner Und Jahr Mondadori

A assembleia de jornalistas da editora Gruner Und Jahr Mondadori convocou uma greve de dez dias para obrigar a empresa a rever a sua política de sistemática violação dos direitos laborais.

A luta dos jornalistas visa igualmente contestar a deterioração das relações da editora com os sindicatos, bem como a utilização distorcida da flexibilidade, e protestar contra o despedimento do director do mensário “Vera Magazine”, cujos motivos ainda não foram esclarecidos.

A Associação Lombarda de Jornalistas e a Federação Nacional da Imprensa Italiana (FNSI), “exprimiram a sua plena solidariedade com os colegas, que se empenham a vigiar a correcta aplicação do contrato e as previsões legais” e instam a empresa a reatar imediatamente um correcto sistema de relações com as organizações sindicais.