Delegados sindicais da RTVE ratificam greve

Três centenas de representantes sindicais da RTVE em toda a Espanha, reunidos em Assembleia Estatal de Delegados na capital do país, ratificaram a 25 de Março a convocatória da greve de 24 horas para o dia 5 de Abril, como resposta aos planos da Sociedade Estatal de Participações Industriais (SEPI) para a empresa pública, que incluem uma redução de 44 por cento no pessoal.

Entre aplausos e gritos de “si esto no se arregla, huelga, huelga, huelga” (se isto não se resolve, greve, greve, greve), a votação foi o culminar de dois dias de debates e propostas, dos quais saíram ainda medidas de mobilização até ao dia do protesto e as linhas básicas da proposta dos trabalhadores para a reforma da empresa, por forma a potenciar o serviço público e evitar o seu desaparecimento prático.

Fontes não oficiais citadas pela FeSP afirmam que está prevista para hoje, 28 de Março, a convocação dos sindicatos maioritários na RTVE para uma reunião com a SEPI, empresa pública que, desde 2002, é responsável pela radiotelevisão espanhola.