Conselho de Radiodifusão grego censura rádio

O Conselho de Radiodifusão da Grécia decidiu encerrar a rádio Best 92.6 devido a queixas da Igreja Grega Ortodoxa contra um programa satírico da estação, uma atitude que levou o Sindicato de Jornalistas da Imprensa Diária de Atenas a acusar a entidade reguladora de “censura extrema”.

Ao que tudo indica, esta foi a primeira vez que este conselho – composto por membros indicados pelos partidos representados no parlamento grego – decidiu usar os seus poderes para fechar uma estação, o que também mereceu críticas da Federação Internacional de Jornalistas (FIJ).

“Este desenvolvimento do caso é chocante e envia uma mensagem preocupante sobre o estado da liberdade de expressão na Grécia. Apoiamos totalmente os nossos colegas de Atenas que estão a desafiar esta acção punitiva e que exigem que a estação seja reaberta”, afirmou Aidan White, secretário-geral da FIJ.

Segundo o Sindicato de Jornalistas da Imprensa Diária de Atenas, esta decisão do Conselho de Radiodifusão contrasta claramente com situações anteriores em que ocorreram violações graves à lei, incluindo delitos éticos e até o não pagamento de salários aos trabalhadores.