Baltazar Garzón reabre processo contra Berlusconi

O juiz espanhol Baltazar Garzón decidiu, a 6 de Setembro, levantar a suspensão do processo contra Silvio Berlusconi, acusado de fraude fiscal na gestão do canal televisivo Telecinco durante os primeiros anos da sua emissão em Espanha.

A investigação criminal do caso estava suspensa desde 9 de Outubro de 2001, uma vez que a imunidade de que Silvio Berlusconi gozava enquanto primeiro-ministro italiano não permitia a continuação dos procedimentos judiciais.

A defesa de Berlusconi tentou impedir o levantamento da suspensão do processo, alegando que o dono da Fininvest – sociedade que detém a Telecinco – tinha sido proposto como membro da Assembleia Parlamentar do Conselho da Europa e continuaria a gozar de imunidade.

Porém, em Julho o juiz espanhol recusou essa argumentação, dizendo que a pertença à Assembleia Parlamentar do Conselho da Europa não era impedimento aos procedimentos contra Berlusconi, embora fosse pedir autorização aquele organismo para avançar com o caso contra o homem mais rico de Itália.

O julgamento deverá iniciar-se a 21 de Novembro e as acusações de fraude fiscal que pendem sobre Silvio Berlusconi podem valer-lhe uma pena de prisão até seis anos.