Ucrânia não reconhece sindicato de jornalistas

As autoridades fiscais da Ucrânia recusam-se a registar o Independent Media Trade Union of Ukraine (IMTUU) como sindicato, sujeitando-o assim ao mesmo sistema fiscal que uma empresa comercial, o que torna aquele sindicato de jornalistas financeiramente inviável.

“Esta decisão penaliza uma organização que há apenas seis meses liderou os jornalistas nos protestos contra a censura durante a campanha das eleições presidenciais”, afirmou Aidan White, secretário-geral da Federação Internacional de Jornalistas (FIJ), organização que declarou o seu apoio total ao IMTUU nesta luta.

Por seu turno, Arne König, presidente da Federação Europeia de Jornalistas (FEJ), considera que “a recusa em registar o IMTUU como sindicato é um rude golpe para os jornalistas ucranianos e prejudica a luta por condições de trabalho decentes e um jornalismo independente”.

Recorde-se que, em Junho, vários sindicatos de jornalistas europeus enviaram uma carta de protesto às autoridades fiscais da Ucrânia, a qual acompanhou um recurso interposto pelo IMTUU. Esse recurso foi ignorado.