Três jornalistas acusados de entrada ilegal na Abkhazia

As autoridades da Abkhazia, território que se autoproclamou independente da Georgia após a guerra de 1992-93, detiveram três jornalistas a 1 de Março, acusando-os de entrar ilegalmente na região para filmar um documentário.

Tea Tea Sharia, Georgii Sokhadze e Teimuraza Eliava entraram na República alegadamente para fazer um filme sobre as igrejas e os mosteiros locais, em colaboração com a Igreja Ortodoxa da Georgia, e foram detidos quando filmavam o mosteiro de Bedia em Ochamchiri, acusados de captar imagens de pontos estratégicos como pontes e ferrovias e de terem entrado na região sem pedir autorização às autoridades.

A 4 de Março os três jornalistas – todos de origem georgiana, embora Teimuraza Eliava tenha nacionalidade ucraniana – foram transferidos para a cidade costeira de Sukhumi e dois dias mais tarde puderam encontrar-se com funcionários das Nações Unidas.