Jornalistas preocupados com compra de grupo alemão

Os jornalistas do Berliner Verlagsgruppe e a Federação Europeia de Jornalistas (FEJ) estão preocupados com os efeitos futuros da compra deste grupo de imprensa alemão pela empresa Mecom & VSS, dirigida pelo empresário inglês David Montgomery.

O negócio deverá entrar em vigor a 1 de Dezembro, dado o departamento alemão anti-cartel ter autorizado a transacção na passada semana, o que motivou de pronto um comunicado de preocupação dos representantes dos trabalhadores dos jornais “Berliner Kurier”, “Tip”, “Berliner Adendblatt” e “Berliner Zeitung”.

Os jornalistas do grupo temem que este se torne apenas num “instrumento de criação de lucro”, tendo em conta que David Montgomery efectuou “brutais cortes de pessoal nos jornais britânicos” que detém, além de ser conhecido por colocar entraves ao reconhecimento de direitos sindicais.

Por este motivo, o secretário-geral da FEJ, Aidan White, já garantiu que a organização irá acompanhar de perto a evolução desta aquisição, sobretudo no que respeita a eventuais reduções do quadro de pessoal, embora mantenha a esperança de que David Montgomery respeite os acordos colectivos de trabalho vigentes.