Jornalistas da ANSA em greve até 1 de Junho

O Conselho de Redacção da agência noticiosa italiana ANSA proclamou uma greve de jornalistas entre as 15 horas de 28 de Maio e as 7 da manhã de 1 de Junho como forma de protesto pelas declarações do presidente da empresa Boris Biancheri acerca dos profissionais da ANSA, dos postos de trabalho na agência e do contrato colectivo de toda a classe.

Para a estrutura sindical da ANSA, o presidente da empresa – que também é presidente da Federação Italiana de Editores de Jornais (FIEG) – proferiu na televisão declarações “inaceitáveis pela sua extemporaneidade” e “incompatíveis com um clima de relações sindicais correctas”, motivo pelo qual não hesitou em partir para a greve.