Greve de três dias na Televisión Autonómica de Canarias

Os trabalhadores da Televisión Autonómica de Canarias vão levar a cabo três dias de greve, a 10, 11 e 12 de Maio, como forma de luta contra a proposta de aumento salarial apresentada pela empresa, a 23 de Abril, que segundo os sindicatos “está muito afastada das expectativas dos trabalhadores”.

Os trabalhadores pretendem aumentos de 15 por cento, por forma a colmatar o desfasamento de 30 por cento que têm em relação à média das televisões autonómicas pertença do Estado, mas a empresa não está disposta a dar um aumento tão significativo.

A paralisação foi convocada pela Federação de Comunicação e Transportes das Comisiones Obreras Canarias e pela União de Profissionais da Comunicação das Canarias, depois de 98,3 por cento dos trabalhadores na Gran Canaria e 90,4 por cento dos trabalhadores em Tenerife terem delegado nos representantes sindicais a decisão sobre as acções a tomar relativas às negociações salariais.