FNSI chega a acordo com Aeranti-Corallo

A Federação Nacional da Imprensa Italiana (FNSI) firmou a 19 de Dezembro um contrato bienal com a Aeranti-Corallo, associação de emissoras locais de rádio e televisão, terminando assim um braço-de-ferro que originou vários dias de greve nos últimos meses.

Do acordo entre as duas entidades, que vigorará entre 1 de Janeiro de 2006 e 31 de Dezembro de 2007, destaca-se a obtenção de um aumento salarial entre os 7 e os 8 por cento, o empenho em regular contratualmente as colaborações jornalísticas e o trabalho autónomo e a supressão gradual, até 31 de Janeiro de 2011, das quatro horas semanais de trabalho extraordinário não remunerado.

Ambas as organizações declararam estar muito satisfeitas com o acordo alcançado, tendo a FNSI aproveitado a ocasião para relembrar à Federação Italiana de Editores de Jornais (FIEG) e à agência de emprego público Aran a sua abertura ao diálogo, no sentido de resolver os diferendos que têm originado as greves dos jornalistas nos últimos meses.