Fininvest reduz participação na Mediaset

A Fininvest, empresa detida por Silvio Berlusconi, reduziu a sua participação na Mediaset de 50,9% para 34,3%, no que parece ser uma tentativa de resposta às críticas de conflito de interesses que são feitas ao chefe do governo, cujo partido perdeu recentemente as eleições regionais em Itália.

Apesar de aplaudir este primeiro passo no sentido de resolver o conflito de interesses, a Federação Internacional de Jornalistas (FIJ) considera que “não chega”, pois a família Berlusconi continua a ser a maior accionista do principal operador privado italiano e o presidente do Conselho “continua a exercer uma influência indevida sobre o sistema público de radiodifusão”.

“Vai ser preciso mais do que uma mudança cosmética para dar credibilidade à ideia de que Silvio Berlusconi pretende realmente acabar com o conflito de interesses”, afirmou o secretário-geral da organização, Aidan White.