FIJ apela à solidariedade com jornalistas franceses

A Federação Internacional de Jornalistas (FIJ) apelou aos vários sindicatos de jornalistas europeus e do resto do mundo para que apoiem totalmente os sindicatos franceses que estão a fazer uma campanha vigorosa contra o Contrato de Primeiro Emprego (CPE).

“A ideia de que permitir que os patrões despeçam alguém sem justificação vai fazer descer os actuais níveis de desemprego é absurda”, afirma Arne König, presidente da Federação Europeia de Jornalistas (FEJ), considerando esta lei como mais um passo no sentido de “desmantelar o modelo de direitos sociais e laborais que tem servido França”. Caso a legislação avance, sublinha König, vão inevitavelmente surgir pressões noutros países europeus com vista a enfraquecer a protecção social.

A polémica em torno do CPE tem levado milhares de sindicalistas e estudantes para as ruas de Paris, num autêntico braço-de-ferro com o governo de Dominique de Villepin, estando agendadas novas acções de protesto em todo o país para o dia de hoje, 4 de Abril.