FEJ exige respeito pelo sigilo profissional em Portugal

A Assembleia Anual da Federação Europeia de Jornalistas (FEJ), reunida em Bled de 7 a 9 de Abril, aprovou por unanimidade uma moção em que manifesta o seu repúdio pelos excessos policiais contra os dois jornalistas do “24 Horas”, no âmbito do caso “Envelope 9”, e exige das autoridades portuguesas o respeito pelo segredo profissional dos jornalistas.

A moção, apresentada pelo Sindicato dos Jornalistas (SJ), protesta contra a atitude do poder judicial português que “põe em causa a protecção do segredo profissional do jornalista”, do qual deve ser o garante, e apela ao Comité Executivo da FEJ para que se junte aos jornalistas portugueses na exigência para que as autoridades ponham fim à perseguição dos profissionais do “24 Horas” e devolvam os materiais que lhes apreenderam.

O documento insta ainda todos os associados da FEJ a manifestar a sua “solidariedade com os colegas portugueses enviando mensagens à Assembleia da República, a fim de que os deputados façam respeitar a protecção das fontes de informação consagrada na lei”.