Dois jornalistas estrangeiros detidos no Norte de Chipre

O repórter David Muntaner e o operador de câmara Frédéric Bak, do canal televisivo franco-germânico ARTE, foram detidos a 5 de Novembro por tropas turcas quando filmavam a cidade de Varosha, no Norte de Chipre.

Os jornalistas foram libertados no dia seguinte, após a organização de jornalistas turco-cipriotas Basin-Sen ter pago a fiança de 300 libras cipriotas.

Este caso é bastante similar ao de dois jornalistas cipriotas-gregos que foram detidos em Agosto por filmar zonas militares e, segundo a Federação Europeia de Jornalistas (FEJ), mancha o anúncio de reformas na lei de imprensa feitas também no domingo pelo primeiro-ministro turco Recep Erdogan.

“A FEJ sauda a nova iniciativa do primeiro-ministro Erdogan, mas as suas palavras nada valem se as autoridades continuarem a intimidar e deter jornalistas cipriotas e estrangeiros no Norte da ilha de Chipre”, afirmou Arne König, presidente da FEJ.