Conselhos de redacção ponderam greves extra em Itália

A Federação Nacional da Imprensa Italiana convidou os conselhos de redacção a verificarem com rigor se, aquando da greve dos jornalistas realizada a 29 e 30 de Setembro, as empresas actuaram por forma a aumentar o número de páginas do número seguinte àquele que não foi publicado.

Nos casos em que se determine que ocorreu um aumento impróprio do número de páginas e da carga publicitária, a FNSI instou os conselhos de redacção a prolongarem as greves no âmbito dos pacotes já decididos, com o objectivo de fazer saltar uma ou mais edições dos jornais.

A próxima paralisação dos jornalistas italianos está marcada para 5 e 6 de Outubro na imprensa escrita e para 6 e 7 de Outubro nos meios audiovisuais, por forma a que na sexta-feira e no sábado ocorra um black-out informativo total que force o retomar das negociações com a Federação Italiana de Editores de Jornais relativas à renovação do contrato colectivo.