Carta Ética para jornalistas

Documento vai ser ratificado pelo Comité Executivo da FIJ em abril. Em junho terá direito a voto solene.

A Federação Internacional de Jornalistas (FIJ) vai ratificar, no Comité Executivo agendado para os próximos dias 13 e 14 de abril, em Bari, uma Carta Ética para Jornalistas, cujo primeiro esboço partiu da Declaração de Princípios sobre a Conduta dos Jornalistas da organização, datada de 1954 (disponível aqui https://www.ifj.org/who/rules-and-policy/principles-on-conduct-of-journalism.html).

Há cerca de um ano, por proposta da entidade, um grupo de trabalho foi constituído para elaborar o documento e, após diversas trocas de opiniões, foi validado, no Comité Executivo realizado em Ramallah, na Palestina, um novo texto. Agora, a Federação propõe que os seus filiados analisem o texto e realizem as emendas que considerarem oportunas antes da ratificação em abril e posterior votação solene no 30.º Congresso da FIJ, marcado para Tunis entre os dias 11 e 14 de junho.