Três jornalistas libertados na Abkhazia

Tea Sharia, Georgii Sokhadze e Teimuraza Eliava, três jornalistas de origem georgiana que estavam presos por espionagem na Abkhazia, foram libertados a 25 de Março, após negociações entre as autoridades daquela região separatista e o conselheiro presidencial da Geórgia, Irakli Alasania.

Os três profissionais – que entraram na Abkhazia alegadamente para fazer um filme sobre igreja e mosteiros locais – foram entregues às autoridades georgianas numa ponte sobre o rio Inguri, que faz parte da fronteira administrativa fixada pela região separatista, depois de terem passado quase um mês na prisão.

Recorde-se que os jornalistas foram detidos a 1 de Março e condenados seis dias depois pelo tribunal de Sukhumi, na Abkhazia, a três meses de prisão por espionagem e entrada ilegal naquela república do Cáucaso que se autoproclamou independente da Geórgia.