Três jornalistas condenados por espionagem na Abkhazia

O tribunal de Sukhumi, na Abkhazia, condenou a 7 de Março três jornalistas de origem georgiana a três meses de prisão, por espionagem e entrada ilegal naquela república do Cáucaso que se autoproclamou independente da Geórgia.

Segundo a imprensa local, Tea Sharia, Georgii Sokhadze e Teimuraza Eliava não tiveram direito a ser representados por um advogado georgiano e foram condenados por, alegadamente, terem filmado locais estratégicos como pontes e estações de caminhos-de-ferro.

Os três jornalistas entraram na Abkhazia para fazer um filme sobre igrejas e mosteiros locais, em cooperação com a Igreja Ortodoxa da Geórgia.