Três dias de greve às assinaturas em Itália

Os jornalistas italianos da imprensa diária, das agências de notícias, das televisões, das rádios e dos sítios e portais noticiosos na Internet não vão assinar os artigos publicados ou emitidos nos dias 15, 16 e 17 de Dezembro, como forma de protesto contra a recusa da Federação Italiana de Editores de Jornais (FIEG) em reatar as negociações do contrato colectivo de trabalho.

Este invulgar blackout de três dias junta-se à greve já agendada para 18 e 19 de Dezembro nas rádios e televisões nacionais transalpinas, sendo que o sindicato italiano se reserva ainda o direito de convocar, sem pré-aviso, novas jornadas de greve nas próximas semanas.