Tayseer Allouni colocado em prisão domiciliária

Problemas de saúde levaram as autoridades espanholas a autorizar a saída da prisão do jornalista Tayseer Allouni, da Al Jazeera, colocando-o sob vigilância na sua casa, em Granada.

Segundo a mulher do jornalista, Fatima Allouni, o repórter da Al Jazeera terá de se apresentar todos os dias à polícia e está proibido de sair de casa, onde poderá, em princípio, receber a visitada de um cardiologista.

O jornalista espanhol de origem síria foi preso pela primeira vez em Setembro de 2003, sendo libertado dois meses depois sob fiança, devido a questões de saúde. No entanto, em Novembro de 2004 voltou a ser preso em Madrid, acusado pelo juíz Baltasar Garzón de ser suspeito de ligações à Al-Qaeda.