Etiqueta: sj

Serviços do SJ retomam atendimento presencial

Os serviços do SJ em Lisboa retomaram hoje o atendimento presencial. A sede estará aberta de segunda a quinta  entre as 10h30 e as 13h00 e as 14h00 e 18h00. À sexta feira os serviços serão assegurados à distância. A delegação norte terá atendimento presencial de quarta a sexta das 10h00 às 16h00. Segundas e terças estará em teletrabalho. A delegação norte retomará o atendimento presencial apenas no dia 9 de setembro,  por motivo de férias da funcionária.

SJ pergunta onde estão os milhões prometidos pelo Estado à Comunicação Social

Na segunda-feira completam-se quatro meses desde a conferência de imprensa em que o Governo anunciou um apoio de emergência para as empresas de comunicação social. Uma ajuda que consistia, apenas, no adiantamento de verbas destinadas à compra de publicidade institucional, isto é, pagar antes o que o Estado previa gastar durante o ano. A não ser que aconteça uma surpreendente transferência de última hora, vão completar-se 120 dias desde que a promessa foi feita, chegando-se, assim, a um ponto em que o adiantamento é já um atraso. Como há publicidade contratualizada que foi já emitida ou divulgada, isto é, há… ler mais

SJ denuncia atraso no pagamento aos colaboradores do GMG

Centenas de colaboradores dos diversos títulos do Global Media Group (GMG) estão sem receber o pagamento pelo trabalho realizado durante o mês de junho. Até hoje, dia 13 de agosto, os jornalistas que colaboram regularmente com Jornal de Notícias, Diário de Notícias, O Jogo, TSF, revista Evasões, Volta ao Mundo, Men’s Health, entre outras – não receberam o valor das peças publicadas, nem lhes foi dada qualquer justificação ou indicação de quando vão receber. Há mais de um ano que os jornalistas em causa – trabalhadores independentes, a maioria paga à peça, outros em regime de avença – estão a… ler mais

Curso para jornalistas sobre eleições

O Centro Protocolar de Formação Profissional para Jornalistas (Cenjor), em parceria com o Sindicato dos Jornalistas, o CES-Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra e a API-Associação Portuguesa de Imprensa, vai realizar um curso sobre atos eleitorais, em outubro. Coordenada por Carla Luís, a formação aborda aspetos fundamentais e estruturantes das eleições em Portugal, numa perspetiva teórico-prática e transversal a todas as votações. A ação de outubro destina-se, prioritariamente, aos jornalistas em exercício de funções na região autónoma dos Açores, seja em media regionais e locais, seja enquanto correspondentes dos órgãos de comunicação social nacionais. Para informações mais detalhada,… ler mais

Estudo revela mais precariedade no jornalismo

O domicílio dos jornalistas substituiu as redações. O número dos profissionais que não faz reportagem aumentou. Uma percentagem significativa de jornalistas enfrentou, durante o Estado de Emergência, as consequências do lay-off e viu os seus rendimentos ou os do seu agregado familiar diminuírem. As expectativas sobre a profissão baixaram significativamente. A crise sanitária aumentou as preocupações com princípios deontológicos, como o rigor da informação. A tendência de precarização e a crise dos média agudizaram-se. Estas são as principais conclusões do Estudo sobre os Efeitos do Estado de Emergência no Jornalismo no Contexto da Pandemia Covid-19, que inquiriu 890 jornalistas em Portugal, entre os dias… ler mais

API, CNID, CCPJ e SJ pedem reunião urgente à Liga de Futebol

A Associação Portuguesa de Imprensa (API), o CNID – Associação dos Jornalistas de Desporto, a Comissão da Carteira Profissional de Jornalista (CCPJ) e o Sindicato dos Jornalistas (SJ), reunidos hoje, decidiram pedir uma reunião urgente à Liga Portuguesa de Futebol Profissional. Em email dirigido ao presidente da Liga Portugal, Pedro Proença, as quatro entidades subscritoras justificam o pedido com a necessidade de discutir o atual modelo de acesso aos estádios de futebol e cobertura dos jogos, no que aos jornalistas e órgãos de comunicação social diz respeito, tendo em conta, nomeadamente, o próximo campeonato de futebol.

23% dos jornalistas tiveram alterações no salário durante estado de emergência – estudo

O estudo “Efeitos do estado de emergência no Jornalismo”, cujos resultados preliminares foram divulgados hoje, revela que 23% dos jornalistas tiveram o salário alterado e 15,5% viram a sua situação laboral modificada durante o estado de emergência decretado devido à pandemia de covid-19. Entre os jornalistas que viram a sua situação laboral ou salarial alterada, 74% auferem menos de 1 000 euros, salienta o estudo, realizado por uma equipa de investigadores do Centro de Estudos Interdisciplinares do Século XX da Universidade de Coimbra, do Instituto de Ciências Sociais e do Centro de Administração e Políticas Públicas da Universidade de Lisboa… ler mais

SJ junta-se a Lusa para debater impacto do teletrabalho no jornalismo

A convite da agência Lusa, o Sindicato dos Jornalistas vai participar numa conferência online sobre o tema “Jornalismo em teletrabalho – o futuro?”, a realizar-se no dia 30, próxima terça-feira, às 11h00. A conferência está sujeita a pré-inscrição (aqui: https://mailchi.mp/1e57027842f9/encontros-lusa-online-conferncia-jornalismo-em-teletrabalho-o-futuro?e=[UNIQID]) e será transmitida através da plataforma Zoom e também através da página da Lusa no Facebook. PROGRAMA 1 // Divulgação de resultados preliminares do inquérito “Efeitos do estado de emergência no Jornalismo”, por Carlos Camponez, coordenador do estudo promovido pelas Universidades de Coimbra, de Lisboa e do Minho 2 //  A relação do teletrabalho com: As práticas jornalísticas, por Luísa Meireles, Diretora de… ler mais