SJ solidário com precários da RTP

O Sindicato dos Jornalistas manifesta total solidariedade para com os trabalhadores da RTP que hoje enviaram uma carta aberta ao Governo, questionando a demora na homologação e reavaliação dos processos relativos ao Programa de Regularização Extraordinária dos Vínculos Precários na Administração Pública (PREVPAP).

Nessa carta aberta dirigida ao primeiro-ministro, António Costa, e aos ministros das Finanças, Mário Centeno, da Cultura, Graça Fonseca, e do Trabalho, da Solidariedade e da Segurança Social, José António Vieira da Silva, os 123 precários da RTP questionam “quando vão finalmente ser homologados os processos dos 51 trabalhadores precários que obtiveram parecer positivo” da Comissão de Avaliação Bipartida (CAB).

Foram ainda lembrados os 92 trabalhadores que, segundo declarações da ministra da Cultura. em 12 de março. na Comissão de Trabalho e Segurança Social, passariam “a ter também parecer favorável”, depois de a RTP ter “mudado de opinião”.

Há poucos dias, o SJ questionou, igualmente, o ministro das Finanças, Mário Centeno, em relação à demora na homologação dos processos. Ver a notícia aqui.

O SJ, lembra que o PREVAP para o setor empresarial do Estado deveria estar concluído a 31 de maio de 2018 e manifesta total solidariedade para com estes trabalhadores, apelando a que a situação se resolva rapidamente, a bem da justiça e da dignidade daqueles que todos os dias cumprem os deveres e recebem zero direitos na rádio e televisão públicas.