RTP

SJ solidário com jornalistas da rádio pública

O Sindicato dos jornalistas manifesta total solidariedade aos jornalistas do Serviço Público de Rádio que ontem se reuniram em plenário para discutir a situação da informação da rádio pública. Em causa estão a degradação do equipamento técnico e a depauperação de jornalistas que a redação da Rádio tem sofrido, algo que coloca em causa o serviço que é esperado do Serviço Público de Rádio.

Leia abaixo e na íntegra o comunicado do Conselho de Redação da Rádio e a Moção aprovada em plenário:

COMUNICADO DO CONSELHO DE REDAÇÃO RÁDIO

Reunidos em Plenário no dia 13 de Fevereiro de 2019 para “análise e discussão da situação da Informação da Rádio Pública”, os jornalistas da Rádio Pública manifestaram o profundo desagrado e descontentamento com a forma como a Rádio, e em particular a Informação, tem vindo a ser tratada pelo Conselho de Administração da RTP.

Considerando a falta de investimento, a constante degradação do equipamento técnico e a sangria de jornalistas de que a redação da Rádio foi alvo nos últimos anos, os jornalistas afirmaram que não têm condições para efetuarem o trabalho que é esperado do Serviço Público de Rádio.

Para dar expressão a esse descontentamento, os jornalistas aprovaram por unanimidade uma moção que será enviada ao Presidente da República, Governo, partidos políticos com assento parlamentar e órgãos da RTP (Conselho de Administração, Conselho Geral Independente, Conselho de Opinião, Provedores e Comissão de Trabalhadores).

Os jornalistas mandataram também o Conselho de Redação da Rádio para, através de uma carta-aberta, questionar a Ministra da Cultura, que tutela a RTP, sobre os planos do Governo para reverter a atual situação da Rádio.

Os membros da Direção de Informação da Rádio que estiveram presentes sugeriram que a redação manifestasse confiança, ou falta dela, na atual Direção de Informação, o que o Plenário não fez por tal não estar incluído na ordem de trabalhos nem ser o objetivo da reunião.

O Conselho de Redação da Rádio congratula-se com a disponibilidade manifestada por membros da Direção de Informação presentes no Plenário para acompanhar a Redação em eventuais iniciativas na defesa do Serviço Público de Rádio.

O Conselho de Redação da Rádio

13 de Fevereiro de 2019

MOÇÃO

Reunidos em Plenário, no Dia Mundial da Rádio (13 de Fevereiro de 2019), os jornalistas da Rádio Pública acompanham o Conselho de Redação na sinalização da insatisfação quanto à escassez de recursos materiais e humanos, e à instabilidade provocada pela constante saída de jornalistas, não compensada – em número e em experiência – com as entradas de alguns jornalistas em início de carreira.

Considerando que não estão criadas as condições para a realização de um trabalho que esteja à altura do que se espera do Serviço Público de Rádio, os jornalistas da Rádio Pública reclamam dignidade na forma como são tratados pelo Conselho de Administração da RTP e exigem medidas concretas para a salvaguarda do Serviço Público de Rádio.

Aprovada por unanimidade em 13 de Fevereiro de 2019.