SJ saúda integração de 25 precários nos quadros da Lusa

O Sindicato dos Jornalistas (SJ) saúda o anúncio, conhecido hoje, que dá luz verde à integração de 25 trabalhadores precários nos quadros da Lusa, à espera há meio ano.

O conselho de administração da Lusa informou hoje os trabalhadores em causa, dando indicação de ter recebido, hoje também, o despacho relativo à homologação do parecer da CAB Cultura sobre os 25 trabalhadores da Lusa.

No plenário de hoje no Parlamento, o ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Vieira da Silva, disse que “todos os processos” relacionados com o PREVPAP na Lusa “foram concluídos”e que agora cabe à administração avançar com a integração dos trabalhadores nos quadros da agência de notícias.

Depois do inexplicável atraso na efetivação da integração destes trabalhadores, cujo parecer positivo da Comissão de Avaliação Bipartida (CAB) da Cultura para integração nos quadros da empresa remonta a novembro de 2018, será feita finalmente justiça, o que muito se deve ao acompanhamento das organizações representativas dos trabalhadores da Lusa, entre as quais o Sindicato dos Jornalistas, mas, sobretudo, à resiliência e ao empenho de todos os jornalistas da Lusa requerentes do Programa de Regularização de Vínculos Precários na Administração Pública (PREVPAP), num total de meia centena.

O SJ lembra, por isso, que outros tantos requerentes tiveram parecer inicial negativo da CAB da Cultura e assegura que continuará a acompanhar os casos de recurso, assinalando que só depois destes o processo estará concluído.