Repórter atacado na Sérvia e Montenegro

Vladimir Mitric, jornalista do diário “Vecernje Novosti”, foi brutalmente agredido por um desconhecido a 12 de Setembro, perto da sua casa em Loznica, a sudeste de Belgrado, ficando com um osso da mão partido e com várias mazelas.

O repórter já havia sido ameaçado em três ocasiões distintas, mas só a partir de agora será alvo de protecção policial, uma vez que as ameaças foram sendo menosprezadas pela polícia, ao ponto de um agente chegar a sugerir que Vladimir Mitric mudasse de trabalho, pois “o jornalismo sempre foi uma ocupação perigosa”.

O jornalista acredita que o ataque está ligado a artigos que escreveu sobre casos criminais.