Queixa contra o S.L. Benfica

Lisboa, 18 de Agosto de 2008

Assunto: queixa contra o S.L. Benfica

A SIC vem, por este meio, solicitar a intervenção urgente da ERC junto do clube e da SAD do Sport Lisboa e Benfica por deliberadamente impedir um jornalista da SIC de exercer o seu trabalho nas instalações deste clube, numa clara violação da liberdade de imprensa e da Constituição.

Os factos que motivam esta queixa tiveram lugar na quinta-feira, 14 de Agosto, no centro de estágio do Seixal ás 12h25 minutos, quando a equipa da SIC se preparava para fazer um directo da conferencia de imprensa do treinador do Benfica Quique Flores para o Jornal de Desporto da SIC Notícias às 12h35.

Quando o jornalista Nuno Pereira chegou à portaria os dois seguranças presentes não o quiseram deixar entrar. O jornalista deslocou-se a pé até à sala de imprensa e quando estava a colocar o auricular, uma funcionária do Benfica (Carla Figueiredo) chamou-o à parte dos outros jornalistas presentes e disse-lhe que tinha de abandonar as instalações do clube porque tinha ordens para não me deixar estar ali.

O jornalista Nuno Pereira perguntou se a proibição se aplicava a qualquer repórter da SIC ou “apenas” ao “repórter Nuno Pereira”. A funcionária respondeu que a proibição se aplicava apenas a Nuno Pereira. O jornalista respeitou a ordem e deixou as instalações do clube. Fez o directo no exterior sem referir o sucedido.

Por se tratar de uma situação absolutamente inaceitável e, ainda por cima, ad hominem, a SIC solicita a intervenção imediata da ERC junto dos responsáveis do Clube e da SAD do S.L. Benfica, instituição de utilidade pública que, momentaneamente, perdeu a noção do que é a liberdade de imprensa e o exercício do jornalismo livre, o que infelizmente acontece aos clubes de futebol com alguma regularidade.

Se o Benfica insistir em vetar a entrada do jornalista Nuno Pereira nas suas instalações a SIC não exclui, naturalmente, recorrer a outros meios, judiciais e policiais, para que os nossos jornalistas continuem a trabalhar junto do S.L.Benfica. Mais informamos que responsabilizaremos civil e criminalmente os dirigentes do S. L. Benfica por qualquer agressão ou tentativa de agressão de que uma equipa da SIC seja alvo nas instalações (ou imediações) do clube.

Com os melhores cumprimentos

Ricardo Costa

Director Operacional de Canais SIC