Protestos em Moscovo contra controlo da informação televisiva

Mais de uma centena de jornalistas e activistas russos protestaram nas ruas de Moscovo a 16 de Abril para assinalar o quinto aniversário da tomada hostil do canal NTV pela empresa estatal Gazprom e contestar o controlo da informação televisiva por parte do Kremlin.

Segundo os relatos da imprensa local, entre os cartazes empunhados pelos manifestantes liam-se frases como “Censura Hoje, Ditadura Amanhã” e “Abaixo a Kremlin-TV”, tendo ex-jornalistas da NTV dito a órgãos de comunicação locais e internacionais que já não há informação objectiva na televisão e que o controlo da televisão fez com que não se desenvolvesse um sistema judicial independente e uma oposição política a Vladimir Putin.

Solidarizando-se com a manifestação, o Comité para a Protecção dos Jornalistas (CPJ) recordou que após o takeover da NTV por parte da Gazprom foram efectuadas muitas mudanças na redacção, houve uma purga dos repórteres mais proeminentes e um declínio nas críticas às políticas governamentais e à guerra na Chechénia.