Protesto contra despedimento coletivo no Global Media Group

O Sindicato dos Jornalistas (SJ) está solidário com a concentração convocada pelo Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias Transformadoras, Energia e Atividades do Ambiente do Norte (Site-Norte) em protesto contra o despedimento coletivo no Global Media Group.

O despedimento em causa envolve 81 trabalhadores, entre os quais duas dezenas de jornalistas e muitos trabalhadores do setor gráfico do DN, JN, O Jogo e outras publicações.

O SJ reafirma que esta é uma decisão inaceitável, sobretudo porque ocorre depois de o GMG ter recorrido a apoios do Estado, nomeadamente ao layoff simplificado, aplicado a cerca de 530 trabalhadores. 

O SJ contesta – e fê-lo junto do Governo – que o layoff sirva, na prática, para financiar despedimentos. 

O SJ assinala ainda que a pandemia não justifica, por si só, as dificuldades económicas do GMG. Em boa verdade, estas existiam antes da crise sanitária e decorrem de erros de gestão. 

O SJ não aceita que a fatura desses erros seja paga pelos trabalhadores e, por isso, vai juntar-se à iniciativa do Site-Norte, uma concentração nesta quarta-feira, dia 2 de dezembro, pelas 14h, em frente à sede do Jornal de Notícias, no Porto.