Portugal eleito para Comité Executivo da FIJ pela primeira vez

dav
O Sindicato dos Jornalistas, em representação de Portugal, foi eleito para o Comité Executivo da Federação Internacional de Jornalistas (FIJ) pela primeira vez.

A eleição realizou-se na assembleia geral da FIJ, que terminou em Tunes, capital da Tunísia, na sexta-feira.
Sofia Branco, presidente da Direção do Sindicato dos Jornalistas, foi eleita por 169 votos (em 316 delegados de todo o mundo), para um mandato de três anos.

Delegados desfilam nas ruas de Tunes em memória de jornalistas assassinados
Delegados desfilam nas ruas de Tunes em memória de jornalistas assassinados
Mãe de jornalista tunisino desaparecido exige informação das autoridades
Mãe de jornalista tunisino desaparecido exige informação das autoridades
Delegados desfilam nas ruas de Tunes em memória de jornalistas assassinados
Delegados desfilam nas ruas de Tunes em memória de jornalistas assassinados

Angola e Brasil são os outros dois países de língua portuguesa que farão parte do Comité Executivo, com 16 membros.
Na mesma assembleia geral, o SJ foi igualmente eleito para o Conselho de Género da FIJ.
Sofia Branco foi eleita pelo círculo da Europa e será, por três anos, um dos 13 membros deste conselho consultivo responsável pelos assuntos de género.
A FIJ é a maior organização de jornalistas do mundo, representando 600 mil profissionais e 187 sindicatos e associações de 140 países.