Morreu o jornalista Rui Parracho

O jornalista Rui Parracho morreu no domingo, na Malveira, concelho de Mafra, aos 64 anos, na sequência de paragem cardíaca.

Nascido em Queluz, no concelho de Sintra, a 26 de setembro de 1955, Rui Parracho foi jornalista da agência Reuters e entrou depois para a Agência Noticiosa Portuguesa (ANOP), em 1982.

Após a extinção da ANOP, que deu origem à Lusa – Agência de Notícias de Portugal, em 1986, aí trabalhou como editor adjunto da secção Internacional.

Pela Lusa, chefiou as delegações em Cabo Verde e em Marrocos, nos anos 1980 e 1990.

Rui Parracho encontrava-se em situação de pré-reforma desde 2010.

O corpo estará no crematório de Rio de Mouro, no concelho de Sintra, pelas 13:00 de terça-feira, dia 31 de dezembro. A cremação realizar-se-á, no mesmo local, pelas 14:00.