Luís Peixoto – candidato a presidente da direcção do SJ

Sou jornalista porque entendo a profissão como forma de intervir na sociedade, dando voz aos que não a têm, aprofundando a democracia.

Lutar pelo Jornalismo é lutar contra o obscurantismo, é trabalhar para que a população disponha de instrumentos para tomar decisões de forma esclarecida.

Os problemas que a profissão enfrenta enfraquecem o Jornalismo.

Os baixos salários, a precariedade crónica e o emagrecimento das redacções têm contribuído para a depauperização do jornalismo.

Lembro-me de que, quando comecei a trabalhar, tive como única opção um contrato precário, um falso recibo verde. Recordo-me da ideia de inevitabilidade em torno desta situação injusta. Não tem de ser assim.

Ao longo de dois anos, lutámos pelo reconhecimento do nosso posto de trabalho, no âmbito do programa de regularização extraordinária dos vínculos precários na Administração Pública (PREVPAP). Foi uma luta dura, que só deu frutos pela unidade e determinação que demonstrámos.

É possível um caminho diferente para os jornalistas e para o jornalismo. É imperativo que a classe se una para combater as ameaças que sofre. Acredito num modelo de sindicalismo baseado na solidariedade consequente, na luta nos locais de trabalho, no debate franco, no respeito pela diferença e na valorização da profissão.

É a estas tarefas que me proponho, enquanto candidato a presidente da direcção do Sindicato dos Jornalistas.

Um sindicato forte, presente e activo na defesa da classe é uma necessidade urgente.

A lista A “Aos Jornalistas, pelo Jornalismo!” apresenta-se a estas eleições como a força da mudança necessária para a defesa da profissão.

Não deixaremos ninguém para trás.

“Aos Jornalistas, pelo Jornalismo!”

Luís Peixoto, 29 anos, jornalista da RDP – ANTENA 1.

 

Segue-nos também em:

https://www.facebook.com/pelojornalismo2021

https://pelojornalismo2021.blogspot.com

https://twitter.com/jornalistas2021