Literacia para os Media: Concurso de jornais escolares aberto

O jornal Público reabriu o concurso nacional de jornais escolares criado pelo projeto Público na Escola (https://www.publico.pt/publico-na-escola). A partir de ontem, 11 de maio, e até ao fim deste mês, os agrupamentos e escolas dos três ciclos do ensino básico e do ensino secundário podem candidatar-se com as suas publicações, em papel ou em suporte digital.

Para isso, é preciso que tenham tido, no mínimo, duas edições no ano letivo de 2019/20.

Podem concorrer publicações em papel, em formato digital, sites com jornal escolar e publicações com um número em papel e outro digital.

Devido às circunstâncias excecionais causadas pela pandemia de covid-19, o concurso deste ano permite que se apresente uma edição em papel e outra digital.

As candidaturas estão abertas a escolas ou agrupamentos de escolas, públicas ou privadas, tanto do continente, como das regiões autónomas e comunidades portuguesas no estrangeiro, até ao dia 31 de maio.

O envio dos jornais deve ser feito entre 1 e 30 de junho e os vencedores serão anunciados até ao final de outubro.

Haverá um prémio pecuniário por escalão (A, 1.º ciclo), (B, 2.º e 3.º ciclos) e (C, ensino secundário). Além disso, serão ainda entregues três distinções especiais para a melhor reportagem, o melhor design gráfico e o melhor trabalho de ciência.

O regulamento pode ser consultado em https://www.publico.pt/publico-na-escola/regulamento-concurso-jornal-escolar.

Para a inscrição basta enviar email (concurso.jornais.escolares@publico.pt) com os elementos exigidos: nome da publicação; agrupamento de escolas ou escola e localidade; escalão a que concorre (A, B ou C); tipo de publicação; identificação do responsável pela candidatura; contactos do responsável (email e telefone).