Jornalistas irlandeses suspendem greve

O Sindicato Nacional de Jornalistas (NUJ) da Irlanda concordou em suspender uma greve com início previsto para 19 de Março depois da Associação de Jornais Regionais da Irlanda (RNAI) ter concordado em voltar a descontar para o esquema nacional de pensões.

A divergência entre patrões e jornalistas foi motivada pela decisão unilateral tomada pela RNAI de acabar com os descontos para o esquema nacional e em recusar-se a comparecer na Comissão de Relações Laborais, onde seriam negociados os contratos colectivos com o NUJ.

Perante a pressão dos jornalistas – que, após votação em 27 jornais, aprovaram o recurso à greve por 82 por cento – a RNAI suspendeu a medida que anunciara e prometeu à Comissão de Relações Laborais que não iria tomar medidas precipitadas durante os próximos três meses de negociações acerca do esquema de pensões.

Comentando este caso, o dirigente irlandês do NUJ Seamus O’Dooley disse que o sindicato está disposto a recorrer ao Tribunal do Trabalho caso não seja alcançado um acordo na Comissão de Relações Laborais.