Jornalistas alemães sob investigação

A Justiça alemã iniciou uma investigação contra 17 jornalistas por alegada violação de segredos de Estado, informou o canal público alemão Ard.

A investigação está relacionada com notícias que os jornalistas divulgaram sobre actividades secretas em posse da comissão parlamentar que averigua a actuação dos serviços secretos BNS no combate contra o terrorismo.

Os 17 jornalistas investigados trabalham para as publicações “Der Spiegel”, “Dis Zeit”, “Sueddeutsche Zeitung”, “Frankfurtzer Rundschau”, “Berliner Zeitung”, “Der Tagesspiegel”, “Die Welt” e “Die Tageszeitung”.