Jornalista polaco multado por insultar o Papa

O chefe de redacção do jornal satírico “Nie”, Jerzy Urban, foi condenado pelo tribunal de Varsóvia a pagar uma multa equivalente a cinco mil euros por insultar o Papa João Paulo II na sua qualidade de “chefe de Estado estrangeiro”.

Apesar da sentença não ter acolhido o pedido da acusação para que fosse aplicada uma pena suspensa de dez meses de prisão, a Repórteres Sem Fronteiras (RSF) considera que o elevado montante da multa por um “simples artigo satírico” constitui um “perigoso precedente judicial para a liberdade de expressão na Polónia”.